Mercado fechará em 3 h 14 min
  • BOVESPA

    103.852,65
    +1.937,20 (+1,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.478,99
    +780,27 (+1,57%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,30
    +2,12 (+3,20%)
     
  • OURO

    1.791,00
    +14,50 (+0,82%)
     
  • BTC-USD

    58.537,13
    -82,79 (-0,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.493,02
    +23,94 (+1,63%)
     
  • S&P500

    4.633,67
    +66,67 (+1,46%)
     
  • DOW JONES

    34.885,68
    +401,96 (+1,17%)
     
  • FTSE

    7.142,80
    +83,35 (+1,18%)
     
  • HANG SENG

    23.658,92
    +183,66 (+0,78%)
     
  • NIKKEI

    27.935,62
    +113,86 (+0,41%)
     
  • NASDAQ

    16.335,25
    +184,75 (+1,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3804
    +0,0104 (+0,16%)
     

Xiaomi 12 Ultra tem câmera com lentes da Leica em novo vídeo conceito

·3 min de leitura

Na semana passada, o conhecido perfil Digital Chat Station revelou na rede social chinesa Weibo que o Xiaomi 12 Ultra poderá vir com câmeras que trazem a marca da Leica. Agora, o designer gráfico Parvez Khan, conhecido pelo seu canal Technizo Concept no YouTube, publicou um vídeo com detalhes de como poderá ser esse novo modelo.

Ele tem características visuais parecidas com o Mi 11 Ultra, em que o aparelho carrega uma segunda tela na parte traseira, que pode ser utilizada para checagem de notificações ou como um visor para selfies em alta qualidade com a câmera principal, entre outros usos. Porém, o display teria dimensões maiores do que a 1,1 polegada da tela vista no Mi 11 Ultra. Além disso, foi feito um reposicionamento das lentes, que aparecem alinhadas na vertical e com a câmera periscópica aparecendo por último. Na parte central fica a marca da Leica, assim como o flash alongado.

Na frente, a grande diferença está no furo para câmeras de selfie, que é reposicionado para a parte central do display, em vez de ficar do lado esquerdo como acontece com o Mi 11 Ultra. No mais, as bordas são bastante finas, com uma espessura ligeiramente maior na seção inferior.

Possível parceria entre Xiaomi e Leica será inédita

Marca da Leica ficaria entre a tela traseira e as câmeras (Imagem: Technizo Concept)
Marca da Leica ficaria entre a tela traseira e as câmeras (Imagem: Technizo Concept)

Caso confirmada a colaboração com a Leica, será a primeira vez que as duas empresas trabalham em parceria. Por outro lado, a fabricante alemã já tem bastante experiência com câmeras de celulares, já que traz sua tecnologia para vários aparelhos da Huawei há anos — a linha P50 é o exemplo mais recente, em que a qualidade de fotos e vídeos recebeu avaliações bastante positivas de vários portais especializados, como o DXOMARK. Porém, de acordo com os últimos rumores, a Leica poderá deixar de equipar aparelhos da Huawei, para concentrar seus focos em outras empresas, como a Honor e a própria Xiaomi.

Enquanto isso, a Xiaomi poderá começar uma nova parceria com a Sharp, mas ainda não se sabe quais componentes levarão a marca da multinacional japonesa. Segundo informações publicadas pelo próprio Digital Chat Station, o topo de linha da Xiaomi virá com sensor Samsung GN5 de 50 MP para câmera principal, além de mais dois sensores de 50 MP para as câmeras ultrawide e telefoto. O aparelho ainda poderá dar suporte para zoom óptico de 10x, mas a informação ainda não foi confirmada — com isso, seria possível igualar as capacidades de aproximação de imagem da linha Galaxy S22, que será sua principal concorrente.

Especificações de topo de linha

Na frente, aparelhos poderão ter furo centralizado para câmeras de selfie (Imagem: Technizo Concept)
Na frente, aparelhos poderão ter furo centralizado para câmeras de selfie (Imagem: Technizo Concept)

Como já é esperado, o Xiaomi 12 Ultra virá com especificações bastante poderosas. Ele terá equipado o novo processador Snapdragon 8 Gen 1 (a nova nomenclatura para o que se conhecia como Snapdragon 898), em um conjunto que trará opções de 8 ou 12 GB de RAM e 256 ou 512 GB de armazenamento interno.

Ele ainda deverá rodar o Android 12, versão mais atualizada do sistema operacional gerido pelo Google — porém, o aparelho não trará uma interface pura, pois virá com a MIUI 13 instalada de fábrica. Neste ano, a Xiaomi anunciou que seus celulares terão três anos garantidos de atualizações do sistema, com mais quatro anos de atualizações de segurança, buscando competir com a Samsung em termos de suporte de software.

O novo celular deverá ser apresentado de forma oficial apenas alguns meses depois do Xiaomi 12, que está previsto para o mês de dezembro, com vendas iniciadas a partir do início de 2022.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos