Mercado abrirá em 6 h 25 min
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,74 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,76
    +2,61 (+3,83%)
     
  • OURO

    1.794,70
    +6,60 (+0,37%)
     
  • BTC-USD

    57.297,78
    +2.953,05 (+5,43%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.432,85
    -22,56 (-1,55%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,06 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    23.827,99
    -252,53 (-1,05%)
     
  • NIKKEI

    28.295,32
    -456,30 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    16.196,25
    +145,25 (+0,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2980
    -0,0505 (-0,80%)
     

Xi pede investimento em cooperação econômica e técnica em discurso à Apec

·1 min de leitura
Presidente da China, Xi Jinping

Por Praveen Menon e Shashwat Awasthi

WELLINGTON (Reuters) - O presidente da China, Xi Jinping, disse nesta sexta-feira aos líderes da Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec, na sigla em inglês) que a cooperação econômica e tecnológica é importante para o bloco e deveria receber mais investimentos, informou a mídia estatal chinesa.

Falando por vídeo na cúpula de líderes da Apec, da qual o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, também participa, Xi disse que a China expandirá "inabalavelmente" sua abertura para o mundo exterior e compartilhará suas oportunidades de desenvolvimento com o mundo e países da região da Ásia-Pacífico, disse a emissora estatal CCTV.

A cúpula dos países da Apec ocorre em meio ao forte comércio regional e a tensões geopolíticas, principalmente entre China e Estados Unidos.

O encontro vem ainda antes de uma esperada cúpula online entre Biden e Xi, prevista para segunda-feira, conforme as superpotências procuram evitar que as tensões crescentes entre as duas maiores economias do mundo se tornem um conflito.

A China deu o tom para a reunião de 21 membros da Apec nesta semana, com Xi alertando em uma gravação de vídeo na quinta-feira que a região não deve retornar às tensões da era da Guerra Fria.

O comentário foi visto como uma referência aos esforços dos Estados Unidos e aliados regionais para atenuar o que consideram a crescente influência econômica e militar coercitiva da China.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos