Mercado fechado

Xbox Live teve falha que permitia hackers acessarem e-mails de usuários

Felipe Ribeiro
·2 minuto de leitura

Uma falha silenciosa — mas perigosa — deixou usuários da Xbox Live, o serviço online do Xbox, a mercê de hackers durante um tempo. O bug permitia que qualquer invasor pudesse ter acesso ao e-mail dos jogadores por meio de sua gamertag. Já corrigido, o problema foi descoberto por um hacker anônimo, que entrou em contato com o pessoal da Vice, nos Estados Unidos, para denunciar o ocorrido.

Apesar de a falha já ter sido corrigida, a Microsoft não pareceu se preocupar muito com ela. Segundo comunicado enviado ao pessoal da Vice por meio do Microsoft Security Response Center (MSRC), a empresa disse que, por mais que o e-mail estivesse visível, ele não poderia ser acessado. Além disso, pelo que disse a gigante de Redmond, tal falha nem sequer era monitorada pelos sistemas.

"Um e-mail pode ser considerado uma informação sensível, no entanto, uma vez que não fornece nada para identificar o emissor, não é algo que atenda aos padrões do MSRC. Como tal, o MSRC não está rastreando o problema e deixará para o grupo de produtos determinar como atenuar o achado e conforme necessário", disse o comunicado.

Lançada junto com o primeiro Xbox, a Live sempre foi sinônimo de segurança, mas teve falha recente detectada/ Imagem: Microsoft
Lançada junto com o primeiro Xbox, a Live sempre foi sinônimo de segurança, mas teve falha recente detectada/ Imagem: Microsoft

Segundo o hacker que descobriu a falha, essa vulnerabilidade foi uma das mais fáceis já encontradas por ele. Sendo assim, pediu à publicação que não mostrasse qual era o método utilizado até que a Microsoft corrigisse a questão, algo que foi feito na última terça-feira (24), após uma atualização de segurança.

É bom lembrar que, para acessar a Xbox Live e desfrutar de seus serviços, o usuário precisa ter uma conta de e-mail da Microsoft. Embora a falha já esteja solucionada, fique atento à conta no sistema para detectar qualquer comportamento duvidoso.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: