Mercado abrirá em 4 h 39 min
  • BOVESPA

    110.909,61
    +2.127,46 (+1,96%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.174,06
    -907,27 (-1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,55
    +0,35 (+0,45%)
     
  • OURO

    1.768,00
    +4,30 (+0,24%)
     
  • BTC-USD

    16.883,75
    +391,17 (+2,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    401,02
    +12,30 (+3,16%)
     
  • S&P500

    3.957,63
    -6,31 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    33.852,53
    +3,07 (+0,01%)
     
  • FTSE

    7.512,00
    +37,98 (+0,51%)
     
  • HANG SENG

    18.410,33
    +205,65 (+1,13%)
     
  • NIKKEI

    27.968,99
    -58,85 (-0,21%)
     
  • NASDAQ

    11.539,75
    +15,00 (+0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4671
    +0,0105 (+0,19%)
     

Xbox Keystone: acessório de streaming foi abandonado por ser "caro demais"

Em entrevista ao podcast Decoder, do portal The Verge, o chefe da divisão Xbox, Phil Spencer, confirmou que o Xbox "Keystone" — codinome do dispositivo de streaming de games acessível que a Microfost buscou produzir — foi abandonado por ser "caro demais". O executivo explica que o combo que pretendiam oferecer ultrapassa em excesso o valor planejado originalmente, levando-o a ser abandonado, ao menos no momento.

Após diversos rumores, a Microsoft confirmou em maio deste ano que trabalhava no "Keystone", um dispositivo focado no streaming de games aos moldes do Chromecast do Google, voltado para ampliar ainda mais a base de usuários do Xbox Cloud Streaming. Na época, em estágio inicial de desenvolvimento, o aparelho pretendia ser uma opção mais acessível para usuários que quisessem ter acesso à vasta biblioteca do Game Pass sem adquirir um Xbox.

O Xbox Keystone chegou a ganhar um protótipo funcional, apresentado silenciosamente por Phil Spencer no Twitter, de maneira similar ao feito com o Xbox Series S meses antes de ser confirmado. No entanto, pouco tempo depois, em outubro, o próprio chefe do Xbox confirmou que o projeto havia sido engavetado. Na entrevista ao Decoder, publicado nesta semana, o executivo explicou os motivos.

“O motivo [do Xbox Keystone] estar na minha prateleira é porque a equipe arregaçou as mangas, e em nove meses, eles fizeram aquela coisa. [...] Alguns de nós levamos para casa, e funcionava. Funcionava muito, muito bem", explicou o executivo. No entanto, as configurações utilizadas, somadas ao plano do Game Pass e o controle inclusos acabaram resultando em um preço exageradamente elevado.

Enquanto a equipe mirava em um projeto que custasse entre US$ 99 e US$ 129 (algo próximo de R$ 540 e R$ 700) ao consumidor, o resultado chegou perto dos US$ 299 (~R$ 1.600) cobrados pelo Xbox Series S — mais encorpado e também capaz de ter acesso ao Xbox Cloud Streaming. Nesse cenário, Spencer e o time do Xbox decidiram abandonar o projeto, focando então os esforços na parceria com a Samsung para levar o app do Game Pass às TVs e monitores da gigante sul-coreana.

Xbox Keystone ainda pode estrear futuramente

Apesar do alto custo, o chefe do Xbox contou ao Decoder como o Keystone é promissor, entregando praticamente a mesma experiência dos Xbox tradicionais. Phil Spencer revelou que o projeto "parecia um Xbox com a interface de usuário e tudo funcionava", sugerindo que as promessas feitas durante a revelação tímida estavam sendo cumpridas. Mais do que isso, o executivo indicou que, apesar de ter sido abandonado no momento, a solução não foi cancelada.

O streaming é um dos pilares da estratégia da Microsoft para o futuro do Xbox, e eventualmente devemos ver o Keystone ou outro projeto similar chegar às lojas (Imagem: Microsoft)
O streaming é um dos pilares da estratégia da Microsoft para o futuro do Xbox, e eventualmente devemos ver o Keystone ou outro projeto similar chegar às lojas (Imagem: Microsoft)

"Com o Keystone, ainda estamos focados nele e observando quando conseguiremos atingir o preço certo", concluiu. Os altos investimentos da divisão de games da Microsoft no streaming são parte essencial da estratégia para o futuro da marca Xbox, como a própria gigante já fez questão de destacar em múltiplas oportunidades, sendo natural que eventualmente vejamos o Keystone ou outro projeto similar chegar às prateleiras.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: