Mercado abrirá em 4 h 55 min

X-Men já venceram uma das mais poderosas criações dos Celestiais; veja como

·3 min de leitura

Quem assistiu ao Os Eternos, novo filme do Universo Cinematográfico da Marvel (MCU, na sigla em inglês), agora conhece os Celestiais, os seres cósmicos que, basicamente, são os deuses espaciais do Universo Marvel. O que talvez seja de menos conhecimento do público é que uma das mais poderosas criações dos Celestiais, nos quadrinhos, são tão poderosas que podem causar a morte de universos inteiros. E menos gente ainda sabe que eles só foram derrotados depois de muitos sacríficos mutantes feitos pelos X-Men.

Aviso: Spoilers a seguir!

Durante o segundo volume de X-Treme X-Men, publicado em 2012 e com roteiros de Greg Pak e arte de Marjorie Liu, os Exterminadores foram introduzidos. Esses poderosos seres foram criados pelos Celestiais para serem os arautos da morte no universo que os deuses cósmicos da Marvel estavam gradualmente construindo. A principal habilidade dessa raça é a absorção de energia e matéria, além de possibilitar o roubo da força vital de seus adversários.

Não demorou muito tempo para que os Exterminadores, uma raça agora composta por milhões de membros, se voltassem contra seus criadores, que, desesperados, dedicaram um universo para ser somente a prisão de suas criações. Foi também por conta dessa experiência que os Celestiais decidiram criar o multiverso dos quadrinhos da Marvel que conhecemos hoje em dia.

Porém, muito tempo após a criação do multiverso, as barreiras que continham os Exterminadores começaram a enfraquecer, e um grupo de versões alternativas e malignas de Charles Xavier tentaram obter para si o poder da criação dos Celestias. Porém, o processo acabou liberando as criaturas, que começaram a percorrer as várias realidades causando destruição.

Enquanto isso, a versão da Era do Apocalipse do Noturno, que fazia parte de um time de X-Men interdimensionais, estava tentando voltar para sua dimensão original. Para isso, ele pediu ajuda do Fera Negro, versão de Hank Mccoy de seu mesmo universo, que abriu um buraco interdimensional que fez três Exterminadores chegarem na Era do Apocalipse, e também colocaram em risco à Terra-616, onde a maioria dos quadrinhos principais da Marvel se passam, dando início a saga X-Termínio.

<em>Jean Grey usando os poderes da Fênix e de Apocalipse para lutar contra os Exterminadores (Imagem: Reprodução/Marvel Comics)</em>
Jean Grey usando os poderes da Fênix e de Apocalipse para lutar contra os Exterminadores (Imagem: Reprodução/Marvel Comics)

Com isso, os X-Men da Terra-616, os heróis da Era do Apocalipse e os X-Men multidimensionais tentaram lidar com as ameaças, com o plano final desesperado de fazer a Jean Grey da Era do Apocalipse usar todo o poder da Fênix e do vilão Apocalipse para derrotar os Exterminadores. Porém, mesmo com toda essa força, a mutante só conseguiu impedir temporariamente as criaturas.

Percebendo que quando terminassem de destruir o universo da Era do Apocalipse, os Exterminadores iriam buscar outras realidades, os mutantes decidiram sacrificar a realidade onde eles estavam para poder conter as criaturas. Depois de uma evacuação difícil, o Noturno da Era do Apocalipse sacrifica sua vida para fechar o portal interdimensional, prendendo os exterminadores e a Jean Grey super-poderosa no mundo, agora, condenada.

É importante frisar que a ação não destruiu os Exterminadores. Mesmo que eles não tenham aparecido mais nos quadrinhos desde o fim da saga X-Termínio, eles ainda existem e, se a Marvel quiser, em algum momento podem voltar a ser ameaças absurdas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos