Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.232,74
    +1.308,56 (+1,22%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.563,98
    +984,08 (+1,98%)
     
  • PETROLEO CRU

    113,94
    -0,26 (-0,23%)
     
  • OURO

    1.822,80
    +8,80 (+0,49%)
     
  • BTC-USD

    30.092,60
    -1.028,47 (-3,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    667,04
    +424,36 (+174,87%)
     
  • S&P500

    4.008,01
    -15,88 (-0,39%)
     
  • DOW JONES

    32.223,42
    +26,76 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.464,80
    +46,65 (+0,63%)
     
  • HANG SENG

    19.950,21
    +51,44 (+0,26%)
     
  • NIKKEI

    26.547,05
    +119,40 (+0,45%)
     
  • NASDAQ

    12.261,00
    +16,25 (+0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2785
    +0,0194 (+0,37%)
     

X-57 Maxwell | Avião elétrico da NASA deve realizar primeiro voo em breve

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O X-57 Maxwell, protótipo de avião 100% elétrico desenvolvido pela NASA, deve realizar seu voo inaugural no mês de junho. Segundo Heather Maliska, gerente do projeto da aeronave, a maioria dos testes de tensão e potência, foram realizados, portanto, a decolagem está próxima.

Essa aeronave 100% zero emissão é uma adaptação do avião italiano Tecnam P2006T, que recebeu novas asas e propulsores. Diferente de sua versão padrão, a modificada pela NASA tem asas mais finas, já que não precisa mais armazenar querosene, mas, em contrapartida, o assoalho abriga as baterias de íon-lítio que dão vida à aeronave.

O X-57 tem motores fabricados pela Joby Aviation, especializada em carros voadores elétricos (Imagem: Divulgação/NASA)
O X-57 tem motores fabricados pela Joby Aviation, especializada em carros voadores elétricos (Imagem: Divulgação/NASA)

Para fazer essa aeronave de 1.360kgs levantar voo e sem fazer barulho, serão utilizados 18 rotores elétricos fabricados pela Joby Aviation, com capacidade de alcançar a velocidade de cruzeiro de 276 km/h e trabalhar em teto operacional de 4.267 metros. O protótipo antigo, revelado em 2021, tinha 12 rotores.

"O projeto X-57 já fez contribuições substanciais para o campo da propulsão de aeronaves elétricas como um desbravador inicial. Ele está construindo uma base de conhecimento de experiência que influencia os padrões da indústria e contribui para futuras demonstrações de veículos elétricos", disse Maliska, em comunicado.

A autonomia desse novo protótipo ainda não foi revelada oficialmente, mas, segundo a NASA, a bateria de íon-lítio do X-57 tem capacidade de 69,1 kWh, mas apenas 47 kWh é utilizável. Ou seja, seu voo inaugural deve durar menos de 60 minutos.

O primeiro voo do X-57 Maxwell deve acontecer no Armstrong Flight Research Center da NASA, em Edwards, Califórnia.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos