Mercado fechará em 3 h 7 min

Essas são todas as novidades do macOS Big Sur 11.0.1

André Lourenti Magalhães
·7 minuto de leitura

Big Sur é o nome dado para a atualização do macOS 11.0, o sistema operacional dos computadores da Apple. A novidade foi anunciada inicialmente durante a Worldwide Developers Conference (WWDC) de 2020, realizada em junho. A versão do sistema será atualizada na geração atual dos computadores da empresa e inclusa nos futuros modelos com o chip Apple M1.

A nova atualização é considerada a maior desde o macOS X, com reformulações visuais, apps atualizados e funções similares ao iOS 14 e iPadOS 14. Durante o evento “One More Thing”, realizado em novembro, a fabricante trouxe mais novidades e uma data de lançamento para o sistema. Saiba mais!

macOS Big Sur: data de lançamento

O Big Sur será lançado gratuitamente a partir do dia 12 de novembro para os computadores da Apple. Os modelos compatíveis serão: MacBook de 2015 ou posterior, MacBook Air de 2013 ou posterior, MacBook Pro do final de 2013 ou posterior, iMac de 2014 ou posterior; iMac Pro de 2017 ou posterior, Mac mini de 2014 ou posterior, Mac Pro de 2013 ou posterior. A lista completa de Macs compatíveis com o tutorial de instalação você confere na matéria abaixo:

macOS Big Sur: novidades

O objetivo do Big Sur foi de "trazer mais claridade ao design do software". A primeira novidade apresentada é no Dock, que se tornou flutuante, mas a própria companhia reconhece que pode ser difícil reparar nesta mudança. Já no Finder, o usuário vai perceber uma navegação mais "limpa e fresca". O redesign também chegou no app nativo Fotos, que de fato é bastante semelhante à visualização das imagens do iOS, com animações de transição bem sutis.

macOS Big Sur: central de controle

Falando em iOS, a Central de Controle, que já é uma velha conhecida do iPhone, agora chegou no macOS, e a barra de menu superior traz um design mais leve e transparente. Já a Central de Notificações também ganhou um novo visual, mesmo que ainda seja possível acessá-la clicando no ícone à direita do relógio. Os Widgets, uma das principais novidades do iOS 14, também estão presentes – e podem ser configurados pela Central.

Central de Controle fará parte do macOS Big Sur (Imagem: Bruno Salutes/Captura de tela)
Central de Controle fará parte do macOS Big Sur (Imagem: Bruno Salutes/Captura de tela)

macOS Big Sur: Mensagens

Temos novidades chegando também no app Mensagens, na qual os usuários do novo macOS Big Sur poderão fixar suas conversas preferidas no topo da lista de conversas, facilitando assim o acesso aos bate-papos mais frequentes. Além disso, a Apple reformulou a busca no app, organizando os resultados exibidos em links, fotos e termos.

Também será possível deixar as conversas mais divertidas, personalizando as mensagens com confetes e balões, entre outros efeitos. Memojis ainda poderão ser criados e customizados diretamente do Mac, sendo usados como stickers nas conversas, e GIFs, imagens e vídeos poderão ser mais facilmente compartilhados.

Novas animações estarão disponíveis (Imagem: Bruno Salutes/Captura de tela)
Novas animações estarão disponíveis (Imagem: Bruno Salutes/Captura de tela)

Em relação às mensagens em grupo, a Apple traz novos recursos para tornar as conversas ainda mais interativas, como a opção de responder em linha a uma mensagem específica, ou ainda fazer menção direta a uma pessoa presente em um grupo apenas digitando o seu nome. Por fim, usuários podem escolher uma foto ou um emoji para o seu grupo de conversas.

macOS Big Sur: Apple Mapas

Exploração de locais foi otimizada com o aplicativo (Imagem: Bruno Salutes/Captura de tela)
Exploração de locais foi otimizada com o aplicativo (Imagem: Bruno Salutes/Captura de tela)

O aplicativo de mapas da Apple foi totalmente reformulado para o Big Sur, acompanhando as mudanças no iOS 14. Traz recursos para que o usuário possa explorar ainda mais os mapas de todo o mundo. Através da opção Guides, será possível descobrir novos lugares para visitar e novas atividades para fazer, ou ainda criar guias customizáveis de locais favoritos para serem compartilhados com amigos e família.

Pela função Look Around, o usuário pode conferir uma visualização do seu destino em 360 graus, buscando ainda por mapas internos mais detalhados de grandes shoppings e aeroportos. Viagens feitas em veículos elétricos ou bicicleta também contam com suas rotas especiais no aplicativo, com as informações sendo enviadas para o iPhone na hora de sair.macOS Big Sur:

macOS Big Sur: Safari 14

O Safari irá passar por uma grande reformulação, sendo a maior atualização desde o seu lançamento, em 2003. Segundo a companhia, o navegador que já é considerado o mais rápido entre seus concorrentes, agora traz ainda mais velocidade e economia de bateria. Através do seu veloz JavaScript, o navegador nativo da Apple carrega os sites visitados com cerca de 50% mais rapidez que o Chrome, segundo a Apple.

Entre as novidades está um redesign das abas, tornando a navegação ainda mais poderosa, exibindo ícones que facilitam o acesso de novas abas. Além disso, antes de clicar em uma aba o usuário pode conferir uma prévia do que está aberto, evitando passear por cada uma delas até encontrar a que precisa.

O novo Safari também conta com novos recursos para uma melhor personalização durante a navegação, como a customização da página inicial com papéis de parede padrões ou ainda com uma foto preferida direto de seu computador. O navegador chega ainda com um recurso nativo de tradução dentro da página, capaz de identificar e traduzir páginas completas em sete idiomas com apenas um clique. Entre as novidades do Safari também está a personalização da experiência de navegação com um maior suporte para extensões, que podem ser adquiridas no Mac App Store.

Navegador permite customizar a página inicial com imagens e links (Imagem: Bruno Salutes/Captura de tela)
Navegador permite customizar a página inicial com imagens e links (Imagem: Bruno Salutes/Captura de tela)

Outra boa nova é que mais privacidade foi incorporada ao navegador da Apple, com um novo Relatório de Privacidade trazendo mais visibilidade sobre como o Safari protege as atividades de navegação do usuário por toda a internet. Será possível escolher quando e em quais sites uma extensão poderá atuar, usando ainda ferramentas como a de monitoramento de senha que nunca revelam os seus dados, nem mesmo para a própria Apple.

macOS Big Sur: ferramentas para desenvolvedores

A Apple revelou ainda uma grande atualização para a comunidade de desenvolvedores, que poderão usar o novo macOS Big Sur para criar grandes experiências a usuários do macOS, iPadOS, watchOS e tvOS com o Xcode 12. O SwiftUI também ganha uma grande atualização para os desenvolvedores criarem aplicativos inteiros com códigos compartilhados entre todas as plataformas da Apple.

Com o Mac Catalyst, que foi lançado no ano passado junto ao macOS Catalina, os desenvolvedores conseguiram com mais facilidade levar seus aplicativos do iPad para Mac. Agora, com o Big Sur, os aplicativos do Catalyst ganharão automaticamente um novo visual, oferecendo APIs mais poderosas e controle total sobre a aparência e comportamento dos apps.

Desenvolvedores também podem oferecer o Compartilhamento Familiar para assinaturas e compras dentro dos aplicativos, com suporte para a API WebExtensions, levando extensões criadas para outros navegadores facilmente para o Safari.

Big Sur e processador Apple M1

Durante o evento “One More Thing”, a Apple revelou detalhes sobre a otimização do sistema operacional com o Apple M1, novos chips de processamento dos Macs. Projetado para utilizar toda a capacidade do chip, o Big Sur traz animações mais rápidas e maior performance de apps. Segundo a Apple, o Safari chega a estar 1,5x mais rápido com a nova versão.

Sistema operacional será otimizado para os novos processadores (Imagem: Divulgação/Apple)
Sistema operacional será otimizado para os novos processadores (Imagem: Divulgação/Apple)

Juntando-se às novidades do Big Sur com o M1 estão os Universal Apps, aplicativos que possuem versões binárias para o chip e para os processadores da Intel de modelos antigos. Dessa forma, ambas as versões podem ser baixadas pela App Store.

Todos os aplicativos da Apple serão adaptados para o modelo Universal, e outros softwares de terceiros também irão aderir. A Adobe é uma das empresas que adotou a novidade, com lançamento do Lightroom previsto para dezembro.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: