Mercado fechado

WWDC 2020 | Apple anuncia troca da Intel por processadores próprios

Nathan Vieira

Começamos a semana com direito a muitas novidades para os desenvolvedores e entusiastas da Apple. Isso porque, nesta segunda-feira (22) aconteceu mais uma edição do WWDC, evento que trouxe novidades sobre os sistemas operacionais da empresa em questão. E uma dessas novidades é a substituição dos chips Intel por processadores de fabricação própria: os Apple Silicon.

A Apple está prometendo novos níveis de desempenho e muito menos consumo de energia com a mudança para processadores internos da família Mac. Durante o anúncio, foi dito que tudo para o novo macOS Big Sur é atualizado já levando em consideração a plataforma Apple Silicon. A empresa acrescentou, ainda, que o Logic e o Final Cut Pro otimizados para a nova arquitetura estarão disponíveis para o primeiro dia e que já há uma equipe trabalhando na plataforma.

Tecnologias que acompanham o novo Apple Silicon (Imagem: Apple)

Redes neurais, GPU e Secure Enclave (coprocessador com gestor de chaves com base no hardware) são algumas das tecnologias que fazem parte dos Apple Silicon. Vale lembrar também que serão fabricados na arquitetura ARM (que já é utilizada nos chips para iPhone e iPad), o que significa que o sistema foi desenvolvido para celulares, mas já evoluiu a ponto de sustentar sem gargalos os sistemas em notebooks e desktops, também.

A troca da Intel

Apple anuncia troca da Intel por processadores próprios, batizados de Apple Silicon (Imagem: Reprodução/Apple)

Já havia rumores de que a Intel seria deixada de lado, mas pela AMD, uma vez que um usuário do Twitter encontrou referências aos processadores no código-fonte da última versão do macOS Catalina (10.15.4 Beta 1). Entre elas os códigos "Picasso", "Van Gogh" e "Renoir", esse último usado para indicar os novos chips Ryzen 4000.

Além disso, no último domingo (21), o analista Ming-Chi Kuo confirmou que a Apple descontinuaria o MacBook Pro de 13,3 polegadas da Intel. Com a novidade, os desenvolvedores de aplicativos para Mac terão tempo de ajustar suas criações antes dos primeiros processadores da Apple serem lançados em 2021.

A mudança da Apple para os processadores de fabricação própria ocorre no momento em que a empresa lança o macOS Big Sur, que inclui uma grande reformulação do macOS e atualizações de recursos dos aplicativos internos Messages e Maps.

Fonte: Canaltech