Mercado fechado

The Witcher interrompe produção da 2ª temporada após casos de COVID-19 no set

Beatriz Vaccari
·3 minuto de leitura

Depois do surto de COVID-19 paralisar o mundo, o setor de entretenimento está voltando aos poucos, tentando se adequar às novas orientações de segurança e higiene da Organização Mundial da Saúde (OMS). Séries cujos episódios são lançados semanalmente retornaram para a grade de programação das emissoras com episódios inéditos, depois de quase sete meses com os sets de gravação fechados.

A Netflix, por sua vez, possui um formato de lançamento único para plataformas de streaming, disponibilizando as temporadas na íntegra no dia do lançamento. Por conta disso, é necessário que as séries tenham todos os episódios já gravados e passados pela fase de pós-produção para enfim serem lançadas no catálogo, o que pode aumentar o intervalo entre o lançamento de uma temporada e outra, principalmente com um imprevisto de meses como o causado pela pandemia do novo coronavírus.

Há meses, não existia uma previsão para o retorno de novas temporadas de diversas séries originais amadas pelos fãs, como Stranger Things, Sex Education ou You. O co-CEO da Netflix, Ted Sarandos, chegou a revelar, em uma entrevista ao Indie Wire, que, por mais que o período de distanciamento tenha afetado a rotina de gravações de diversos títulos, há muitos lançamentos com o selo original da empresa para serem disponibilizados até o final do ano.

Netflix tem lançamentos de sobra até o final do ano, garante co-CEO (Imagem: Reprodução / napoleonschwan)
Netflix tem lançamentos de sobra até o final do ano, garante co-CEO (Imagem: Reprodução / napoleonschwan)

Essa espécie de "gaveta" de produções exclusivas da Netflix permite que as séries e os filmes que tiveram as filmagens paralisadas ganharem meses para poderem retomar a rotina e cumprirem o novo prazo de lançamento das novas temporadas, mas, ao mesmo tempo, acaba sendo arriscado e sujeito a imprevistos. Em agosto, as gravações para a 4ª temporada de Elite, série espanhola da plataforma, acabou sofrendo diversos contratempos na produção justamente por um dos integrantes ter testado positivo para COVID-19. "Estamos naquela fase da vida em que temos que descobrir maneiras de manter as pessoas seguras e trabalhando no ambiente em que vivemos", contou Sarandos na entrevista.

Agora, ao que tudo indica, a doença também afetou a produção da 2ª temporada de The Witcher. Sem uma data de lançamento definida para estrear, o que os fãs tinham eram apenas rumores e uma espécie de vazamento do calendário de filmagens. A Variety confirmou a informação dada pelo Deadline no sábado (7), revelando que quatro membros da produção da série de fantasia contraíram a doença.

De acordo com o portal, a Netflix executará uma rodada isolada de testes para todos os integrantes envolvidos na produção da série. As informações ainda afirmam que nenhum dos atores que compõem o elenco de The Witcher testaram positivo para COVID-19.

The Witcher conta com Henry Cavill no papel principal (Imagem: Divulgação/Netflix)
The Witcher conta com Henry Cavill no papel principal (Imagem: Divulgação/Netflix)

Esta é a segunda vez que as filmagens da série sofrem uma pausa na segunda temporada, após o ator Kristofer Hivju revelar que seu teste foi positivo em março. Essa pausa se estendeu até meados de agosto, quando o Reino Unido entrou em bloqueio durante a primavera inglesa.

Já havia rumores de que a terceira temporada da série estava em fase de pré-produção, mesmo sem a segunda parte ter uma data de lançamento definida para chegar na Netflix. Os estúdios retomarão a rotina quando o ambiente já estiver seguro para todos os integrantes, esclareceu a Variety.

The Witcher é baseada na série best-seller de livros de fantasia escrita por Andrzej Sapkowski e Przemysław Truściński. Geralt de Rívia, um caçador de monstros solitário, luta para encontrar seu lugar em um mundo em que as pessoas frequentemente são piores do que as feras. As circunstâncias o levam a uma poderosa feiticeira e a uma princesa com um perigoso segredo, e os três têm de encarar, juntos, a turbulência crescente do Continente.

A primeira temporada chegou à Netflix em dezembro de 2019 e conta com Henry Cavill, Anya Chalotra, Freya Allan e Joey Batey no elenco. A série foi criada por Lauren Schmidt, que também assina o roteiro.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: