Mercado abrirá em 9 h 40 min
  • BOVESPA

    110.345,82
    +1.857,94 (+1,71%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.376,89
    -141,41 (-0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,83
    -0,46 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.850,70
    +2,90 (+0,16%)
     
  • BTC-USD

    29.278,97
    -864,48 (-2,87%)
     
  • CMC Crypto 200

    656,06
    -18,82 (-2,79%)
     
  • S&P500

    3.973,75
    +72,39 (+1,86%)
     
  • DOW JONES

    31.880,24
    +618,34 (+1,98%)
     
  • FTSE

    7.513,44
    +123,46 (+1,67%)
     
  • HANG SENG

    20.172,95
    -297,11 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    26.863,33
    -138,19 (-0,51%)
     
  • NASDAQ

    11.871,75
    -163,50 (-1,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1297
    -0,0180 (-0,35%)
     

Wine 7.0 chega para refinar o uso de programas de Windows em Linux e Mac

·2 min de leitura

Quem usa o Wine para rodar apps do Windows no Mac, Linux ou Android já pode baixar a nova versão melhorada do programa. A atualização do Wine chega aproximadamente um ano após a última versão e traz cerca de 9,1 mil ajustes no código. Segundo os desenvolvedores, as melhorias forneceram uma solução mais robusta para executar aplicativos do Windows em outras arquiteturas.

Wine no Mac

Este último pacotão foi essencialmente pensado para entregar um desempenho aprimorado no Mac, como o suporte à arquitetura WoW64, melhoramentos na compatibilidade com HID e uso de joysticks para quem quer jogar um título exclusivo do Windows.

No caso da criadora do iPhone, será preciso contar com um software de virtualização como o Parallels ou similar se quiser que os apps funcionem. A versão mais recente já é compatível com o Apple M1 Silicon, o popular chip dos dispositivos mais recentes da Maçã.

O Wine permite rodar apps de Windows diretamente no Linux, Mac e Android (Imagem: Reprodução/DroidTechKnow)
O Wine permite rodar apps de Windows diretamente no Linux, Mac e Android (Imagem: Reprodução/DroidTechKnow)

Wine no Linux

Para quem já tinha o Wine instalado, será preciso remover completamente a versão antiga antes de fazer o update. No caso do Linux, é preciso ter ainda mais atenção porque algumas distribuições já vem com o Wine pré-instalado, e isso poderia gerar conflitos na máquina.

No caso do Android, é preciso levar em conta também as configurações do dispositivo em que o Wine roda. Não dá para reproduzir programa em um celular intermédio e querer o desempenho igual ao de um desktop dedicado.

Dá para rodar o Steam do Windows (e seus games) em outros sistemas operacionais (Imagem: Reprodução/Wine)
Dá para rodar o Steam do Windows (e seus games) em outros sistemas operacionais (Imagem: Reprodução/Wine)

Nem todos os apps de Windows vão rodar perfeitamente pelo Wine, por isso é bom dar uma conferida na Wine Application Database (AppDB) antes de instalar o programa. A maioria dos programas e jogos populares — World of Warcraft, StarCraft, The Elder Scrolls V: Skyrim, Diablo III, EVE — deve rodar sem muitas dificuldades, mas é preciso conferir para não se decepcionar.

A equipe do Wine atualizou vários módulos e liberou pacotes binários para distribuições disponíveis em seu site. Na página, a documentação completa explica de forma pontual como executar apps do Windows em outros sistemas operacionais.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos