Mercado fechará em 6 h 5 min
  • BOVESPA

    100.810,03
    +218,62 (+0,22%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.121,25
    -314,20 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    113,17
    +1,41 (+1,26%)
     
  • OURO

    1.823,90
    +2,70 (+0,15%)
     
  • BTC-USD

    20.048,25
    -1.032,62 (-4,90%)
     
  • CMC Crypto 200

    431,18
    -8,48 (-1,93%)
     
  • S&P500

    3.827,54
    +5,99 (+0,16%)
     
  • DOW JONES

    31.112,63
    +165,64 (+0,54%)
     
  • FTSE

    7.318,94
    -4,47 (-0,06%)
     
  • HANG SENG

    21.996,89
    -422,08 (-1,88%)
     
  • NIKKEI

    26.804,60
    -244,87 (-0,91%)
     
  • NASDAQ

    11.579,00
    -95,25 (-0,82%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4755
    -0,0660 (-1,19%)
     

Windows 11 vai ser compatível com widgets de terceiros neste ano

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O Windows 11 será compatível com widgets produzidos por terceiros, anunciou a Microsoft nesta terça (24) durante a conferência Microsoft Build. Finalmente, a criação de complementos será aberta para desenvolvedores, possibilitando a construção de ferramentas versáteis e acessíveis a partir da Barra de Tarefas para todo tipo de app.

Desde a estreia, o Windows 11 manteve exclusividade de widgets para ferramentas próprias. Essa limitação, embora seja favorável para a empresa, desagradou à comunidade, especialmente por restringir o uso ao ecossistema da Microsoft e se distanciar do conceito de widgets tão adorado do Windows 7.

Widgets atualmente são limitados às criações da Microsoft (Imagem: Reprodução/Microsoft)
Widgets atualmente são limitados às criações da Microsoft (Imagem: Reprodução/Microsoft)

Porém, o chefe de produtos do Windows Panos Panay divulgou que essa exclusividade chegará ao fim: o suporte para widgets de terceiros será implementado no Windows ainda este ano e será compatível com aplicativos no tradicional formato Win32 e PWA, conhecidos como web apps. Isso possibilitará a criação de widgets para programas de mídia, redes sociais, monitores de desempenho, mensageiros e muito mais.

“Estamos entusiasmados com o feedback dos clientes sobre Widgets até o momento, as pessoas estão aproveitando o acesso rápido ao conteúdo mais importante para elas com fluidez, sem interromper seu fluxo”, comentou Panay.

Lança neste ano

Infelizmente, a Microsoft não forneceu mais detalhes sobre a novidade — como disponibilidade, distribuição via Microsoft Store, cobrança por uso de widgets e mais. Mesmo assim, o anúncio já é suficiente para empolgar aqueles que sentem saudades de complementos mais robustos e variados.

Recentemente, a Microsoft também começou a experimentar widgets fixados na Área de Trabalho. Por enquanto, a implementação do recurso é bem simples e restrita a uma simples barra de pesquisas, mas a empresa prometeu ampliar o conceito para mais complementos se os testes correrem bem.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos