Mercado fechado

Windows 11 tem bug que pode corromper dados salvos no PC; saiba como resolver

Um grave bug no Windows 11 e no Windows Server 2022 pode causar danos em arquivos do computador, alertou a Microsoft nesta segunda (8). Máquinas equipadas com processadores modernos compatíveis com o protocolo de criptografia Vector Advanced Encryption Standard (AES) (VAES) estão “suscetíveis à corrupção de dados”, mencionou a companhia.

A Microsoft não especifica quais erros e problemas usuários com tais componentes podem se deparar ao utilizar o sistema — tampouco, de que forma notariam caso acontecesse uma falha nos dados internos. A empresa ressalta, porém, que o bug foi contido numa compilação de segurança liberada em 14 de junho deste ano.

Não se sabe exatamente como o bug acontece, mas ele pode danificar arquivos contidos no computador (Imagem: prozla/VisualHunt)
Não se sabe exatamente como o bug acontece, mas ele pode danificar arquivos contidos no computador (Imagem: prozla/VisualHunt)

Em contrapartida, a solução pode causar problemas de desempenho em determinadas circunstâncias. Segundo ressalta o site Bleeping Computer, as operações AES podem ser até duas vezes mais lentas após o tal update do Windows 11 e do Windows Server 2022. Alguns desses cenários inclui o BitLocker, sistema de criptografia contido no sistema da MS.

Como resolver?

Como solução para a lentidão, a Microsoft recomenda que usuários do Windows 11 ou do Windows Server 2022 baixem e instalem a compilação de segurança liberada em 12 de julho. A atualização deve reestabelecer o desempenho original do computador, enquanto não reintroduz o risco de corromper dados pessoais.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: