Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,54 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,81
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.812,50
    -18,70 (-1,02%)
     
  • BTC-USD

    41.726,48
    -122,75 (-0,29%)
     
  • CMC Crypto 200

    955,03
    +5,13 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,06 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.966,50
    -71,25 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1880
    +0,1475 (+2,44%)
     

Windows 11 será a geração mais acessível da história do sistema, diz Microsoft

·3 minuto de leitura

A Microsoft pretende fazer do Windows 11 o seu sistema operacional mais acessível. Em uma publicação na última sexta-feira (1°), a gigante destacou o que constrói para a nova geração do SO da casa para que ele seja a “versão mais inclusiva” de sua história.

“Proporcionar uma experiência do Windows mais acessível tem o poder de ajudar a combater a ‘divisão da deficiência’. Assim, contribui com a educação e com a inserção dessas pessoas no mercado de trabalho em todo o mundo”, explicou o chefe da divisão de acessibilidade do Windows, Jeffy Petty.

O menu "Facilidade de Acesso" foi renomeado simplesmente para "Acessibilidade" para representar melhor a finalidade (Imagem: Reprodução/Microsoft)
O menu "Facilidade de Acesso" foi renomeado simplesmente para "Acessibilidade" para representar melhor a finalidade (Imagem: Reprodução/Microsoft)

O novo sistema operacional herda os recursos de acessibilidade das versões anteriores, incluindo narrador, lupa, legendas automáticas e reconhecimento de voz nativo. Entretanto, alguns deles foram retrabalhados: a transcrição automática, por exemplo, está entre as renovações, e continuará ajudando pessoas com audição debilitada a entender as ações do SO. Outra ferramenta desse pacote é o reconhecimento de voz do Windows, que no W11 será capaz de redigir documentos inteiros a partir da voz.

Garantir acesso descomplicado para portadores de deficiência visual também estava entre as prioridades. Para esse público, o Windows 11 incluirá uma série de indicativos sonoros para identificar as atividades do sistema operacional, indo desde a inicialização do computador a diferentes toques para os temas claros ou escuros.

Modo de alto contraste combina inversão de cores com uma paleta personalizada para se adequar às necessidades do usuário (Captura: Igor Almenara/Canaltech)
Modo de alto contraste combina inversão de cores com uma paleta personalizada para se adequar às necessidades do usuário (Captura: Igor Almenara/Canaltech)

A companhia descreve que o modo escuro pode ser um aliado para pessoas com alta sensibilidade à luz. Os temas de alto contraste também foram reimaginados para apresentar um visual mais elegante, mas sem abrir mão das suas propriedades de visualização simplificada.

Segundo a Microsoft, acessibilidade foi considerada desde o princípio na construção da nova geração do SO. Além do vasto conhecimento na área, a companhia adotou um padrão de testes Trusted Tester, do Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos, para avaliar a usabilidade do sistema e o seu nível de acessibilidade.

O próprio nome da seção de ferramentas de acessibilidade foi alterado de “Facilidade de Acesso” para simplesmente “Acessibilidade”. Para tomar a decisão, a companhia ouviu o feedback da comunidade e entendeu que o nome anterior não era tão intuitivo.

De acordo com a companhia, o menu está mais fácil de usar, mas as opções de suporte não estarão disponíveis somente nesta área. Assim como no W10, o usuário terá à disposição um botão na tela de login para colocar parte dos recursos em ação e descomplicar o primeiro contato com o SO.

Compromisso com a acessibilidade

Embora boa parte das ferramentas seja apenas reformulação de recursos já existentes no Windows, é interessante observar o comprometimento da MS na perpetuação do suporte para portadores de deficiência — e não somente no sistema operacional. A empresa também é dona do Controle Adaptável do Xbox, lançado este ano no Brasil, que proporciona facilidades indispensáveis para a jogatina de pessoas com mobilidade reduzida. Nas lojas nacionais, o conjunto de periféricos custa R$ 999.

A MS não tem data para lançar o Windows 11, mas espera liberá-lo para o público até o início de 2022. Indícios sugerem, porém, que o software pode estrear em versão final já em outubro.

Atualmente, uma prévia do W11 circula nas mãos dos membros do programa de testes da Microsoft. Nesse período, ele passará por grandes reformulações e ajustes para prepará-lo devidamente para o público geral e a companhia pede que voluntários ingressem no programa e deem suas opiniões sobre os novos recursos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos