Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,91 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,62 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,06
    +2,79 (+2,68%)
     
  • OURO

    1.828,10
    -1,70 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    21.782,58
    +487,77 (+2,29%)
     
  • CMC Crypto 200

    462,12
    +8,22 (+1,81%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,32 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.208,81
    +188,36 (+2,68%)
     
  • HANG SENG

    21.719,06
    +445,19 (+2,09%)
     
  • NIKKEI

    26.491,97
    +320,72 (+1,23%)
     
  • NASDAQ

    12.132,75
    +395,25 (+3,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5524
    +0,0407 (+0,74%)
     

Windows 11 pode ter novas pastas de apps para a Área de Trabalho

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A Área de Trabalho do Windows 11 pode ganhar um novo conceito de pastas para aplicativos, descobriu recentemente a comunidade do site Windows Latest. A Microsoft estaria desenvolvendo um novo modelo para diretórios no desktop bem similar ao agrupamento de atalhos do Menu Iniciar.

Os indícios do recurso podem ser apenas resquícios de um conceito experimentado internamente — inclusive, com chance de jamais ver a luz do dia. As pastas para atalhos poderiam juntar ícones de aplicativos para desafogar a Área de Trabalho, mas sem depender do Explorador de Arquivos para abrir e conferir seu conteúdo, como as tradicionais pastas do Windows fazem.

Pastas de apps da Área de Trabalho do Windows 11 seriam similares às do Menu Iniciar (Imagem: Reprodução/Windows Latest)
Pastas de apps da Área de Trabalho do Windows 11 seriam similares às do Menu Iniciar (Imagem: Reprodução/Windows Latest)

De certa forma, a adição lembra bastante os grupos de ícones presentes nos sistemas operacionais para celular (Android e iOS). O recurso, inclusive, não seria uma má ideia, com potencial de incrementar a profundidade de personalização do Desktop e, enfim, dando alternativas nativas para organizar a seção de forma mais intuitiva.

Pastas por todo canto

Vale ressaltar que o agrupamento de apps logo chegará ao Menu Iniciar. A próxima grande atualização do Windows 11, a 22H2, será recheada de adições importantes — incluindo o agrupamento de ícones.

Além disso, a atualização também deve dar espaço para widgets de terceiros no Windows 11. Com isso, desenvolvedores de apps poderão incrementar a bandeja com os próprios complementos e torná-la ainda mais útil para o dia a dia.

Se a Microsoft levar a ideia para frente, as pastas de apps da Área de Trabalho serão liberadas primeiro para os testadores do Canal Dev do Windows 11. Naturalmente, não existe previsão de lançamento do recurso para o público geral, mas é possível que ele seja lançado apenas na versão 23H2 do sistema, aguardada para o segundo semestre de 2023.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos