Mercado abrirá em 38 mins
  • BOVESPA

    106.419,53
    -2.295,02 (-2,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.206,59
    +372,79 (+0,72%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,64
    -1,01 (-1,19%)
     
  • OURO

    1.791,00
    -2,40 (-0,13%)
     
  • BTC-USD

    59.100,47
    -3.855,49 (-6,12%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.421,79
    -83,37 (-5,54%)
     
  • S&P500

    4.574,79
    +8,31 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    35.756,88
    +15,73 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.264,92
    -12,70 (-0,17%)
     
  • HANG SENG

    25.628,74
    -409,53 (-1,57%)
     
  • NIKKEI

    29.098,24
    -7,77 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    15.531,75
    -13,25 (-0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4632
    +0,0091 (+0,14%)
     

Windows 11 parece ter começado a fechar o cerco em computadores sem TPM 2.0

·2 minuto de leitura

Com a chegada da nova prévia do Windows, que teve como destaque uma leve mudança no Menu Iniciar, a Microsoft parece estar interessada em focar na obrigatoriedade do TPM 2.0 para o funcionamento do sistema operacional. Usuários começaram a relatar a retomada de uma mensagem que apavorou muita gente logo no lançamento da primeira versão.

Ao contrário do que muita gente pensava, que a empresa fosse liberar os computadores da exigência, a atualização reforça a obrigatoriedade da presença do módulo para máquinas virtuais com o Windows 11. Se o usuário quiser avançar para a build 22458, a mais recente, será obrigado a garantir compatibilidade com o TPM 2.0 e com o Secure Boot.

(Imagem: XatakaWindows/Twitter)
(Imagem: XatakaWindows/Twitter)

Não há informações se isso se aplica também aos usuários do sistema em modo nativo, sem o intermédio de uma máquina virtual. Aqui no Canaltech, mesmo em computadores sem compatibilidade total de hardware, essa mensagem de erro não apareceu, o que pode significar algo limitado às Virtual Machines (ao menos por enquanto).

No Twitter, vários usuários reclamam sobre o aviso que começaram a receber:

Como mostra a imagem abaixo, a Microsoft já havia esclarecido que os testadores que não cumprem os requisitos mínimos do Windows 11 poderão continuar a executar o programa, mas não garantiu que eles receberiam as atualizações recentes.

Máquinas que não satisfazem os requisitos poderiam ter limitações, segundo a companhia (Imagem: Reprodução/Microsoft)
Máquinas que não satisfazem os requisitos poderiam ter limitações, segundo a companhia (Imagem: Reprodução/Microsoft)

Não está claro se as mensagens de erro foram apenas uma falha ou se, de fato, as pessoas ficarão travadas na build atual, o que poderia trazer riscos de segurança e problemas de compatibilidade. Há relatos também da exigência de mais espaço em disco, problemas com dispositivos de áudio e outros bugs aparentemente novos.

No perfil oficial do programa Insiders no Twitter (@windowsinsider), a empresa parece estar de olho nas reclamações, mas, por enquanto, não há posicionamento atualizado da fabricante, então o jeito é aguardar por novidades.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos