Mercado abrirá em 6 h 22 min
  • BOVESPA

    114.064,36
    +1.782,08 (+1,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,27
    +125,93 (+0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,52
    +0,22 (+0,30%)
     
  • OURO

    1.755,40
    +5,60 (+0,32%)
     
  • BTC-USD

    44.298,71
    +420,41 (+0,96%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.106,63
    -2,29 (-0,21%)
     
  • S&P500

    4.448,98
    +53,34 (+1,21%)
     
  • DOW JONES

    34.764,82
    +506,50 (+1,48%)
     
  • FTSE

    7.078,35
    -5,02 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    24.459,87
    -51,11 (-0,21%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.273,75
    -29,75 (-0,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2234
    -0,0016 (-0,03%)
     

Windows 11 em máquinas abaixo do requisito pode ficar sem updates de segurança

·2 minuto de leitura

Quando a Microsoft anunciou oficialmente o Windows 11, um de seus principais focos foi no salto de segurança no sistema operacional. Ao mesmo tempo em que se apresenta como uma vantagem, a decisão da empresa também traz novos requisitos de hardware e configurações específicas para funcionar — barreiras que podem ser desviadas, ao custo de perder atualizações importantes no futuro.

Embora a companhia até o momento não tenha se recusado a fornecer suporte às máquinas mais antigas, ela deu sinais de que vai fazer o possível para forçar uma atualização de hardware. Ao The Verge, um representante afirmou que computadores antigos não estariam na lista de recebimento de correções de segurança através do Windows Update; tampouco teriam a garantia de ganhar drivers mais recentes.

Caso o Windows 11 siga o mesmo ritmo de atualização do Windows 10, que a cada seis meses ganha uma nova grande versão, ainda seria possível usar suas edições mais recentes com ferramentas como o recurso de instalação do sistema — processo menos prático do que só baixar e instalar automaticamente novos recursos. No entanto, não está claro se a empresa vai continuar fornecendo essa opção para quem não cumprir os requisitos de sua nova plataforma.

Imagem: Divulgação/Microsoft
Imagem: Divulgação/Microsoft

Os principais obstáculos para quem deseja instalar o novo sistema operacional são a necessidade de usar um módulo TPM 2.0, que não está presente em placas-mãe mais antigas. Também será preciso ter pelo menos um processador Intel Core da 8ª Geração (ou superior) ou AMD Ryzen 2000 para aproveitar o novo software, bem como habilitar o boot seguro — exigências que ainda estão sujeitas a mudanças futuras.

Windows 10 continuará recebendo atualizações

Com essas restrições em jogo, pode ser mais interessante manter o Windows 10 instalado do que fazer a transição para o Windows 11, ao menos em um momento inicial. A versão atual do sistema operacional deve receber a atualização 21H2 em breve, e promete ajustes de segurança pelo menos até o dia 14 de outubro de 2025.

Imagem: Divulgação/Microsoft
Imagem: Divulgação/Microsoft

Desde que a nova versão da plataforma foi anunciada no final de junho, a Microsoft tem se mostrado flexível em suas exigências e, aos poucos, vem revelando novos aspectos do que o público pode esperar. A previsão é a de que o Windows 11 seja lançado até o final de 2021 na forma de uma atualização gratuita para quem já tem o Windows 10, também podendo ser adquirido junto a novas máquinas produzidas por suas parceiras ou de maneira individual pelos canais oficiais da desenvolvedora.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos