Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -634,97 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,16 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,99
    +0,08 (+0,11%)
     
  • OURO

    1.876,00
    -3,60 (-0,19%)
     
  • BTC-USD

    38.740,22
    +2.939,29 (+8,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,40 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,23 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,87 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    14.017,75
    +23,50 (+0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1933
    +0,0007 (+0,01%)
     

Windows 10X é cancelado oficialmente; alguns recursos vão chegar ao Windows 10

·2 minuto de leitura

No mesmo dia em que liberou a atualização de maio para o Windows 10, a Microsoft revelou que vai abandonar o desenvolvimento do projeto paralelo conhecido como Windows 10X. Após um ano de experimentos, a empresa decidiu que a variação mais leve de seu sistema operacional trazia recursos que poderiam servir a um número maior de consumidores.

Assim, em vez de lançar um produto novo de forma separada, ela decidiu integrar suas partes em outros produtos. “De fato, algo disso já está refletido no centro do Windows nas builds prévias do Windows Insider, como por exemplo na nova tecnologia de contenção de apps que estamos integrando a produtos como o Microsoft Defender Application Guard”, explica a companhia.

Imagem: Divulgação/Microsoft
Imagem: Divulgação/Microsoft

Outros recursos surgidos no Windows 10X que chegam em breve ao sistema operacional incluem uma experiência reformulada de digitação por voz e um teclado por toque modernizado com novos tamanhos de teclas, sons e animações. A companhia promete que vai continuar estudando meios de usar a tecnologia para atender às necessidades de consumidores, tanto no que diz respeito ao software quanto ao hardware.

Desenvolvida originalmente para rodar no Microsoft Surface Neo e para atender a dispositivos com duas telas, a variação do sistema operacional foi pensada para ser mais leve e flexível em seus formatos. A intenção era oferecer uma experiência semelhante à do Chrome OS, atendendo a setores como o educacional e o empresarial ao mesmo tempo em que se dispensaria o uso de hardwares de última geração.

A decisão da Microsoft não deve surgir como surpresa para quem acompanhava os rumores recentes relacionados à companhia. No início de maio, rumores indicavam que o Windows 10X havia sido colocado de lado enquanto o Windows 10 passava por um processo de modernização — algo que agora podemos ver que também passa pela incorporação de recursos pensados originalmente para a nova variante.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: