Mercado abrirá em 3 h 25 min

Windows 10 May 2020 Update: como atualizar seu PC

Matheus Bigogno Costa

Após a última atualização de novembro de 2019 para o Windows 10, a Microsoft anunciou nesta quarta-feira (27 de maio), a atualização de maio de 2020. O Windows 10 May 2020 Update, também conhecido como 20H1, já estava finalizado desde dezembro de 2019 e, agora que foi lançado, traz mudanças significativas para o sistema operacional.

Diferentemente da atualização de novembro de 2019, a atualização de maio de 2020 trouxe novos recursos do Gerenciador de Tarefas, da Cortana e até mesmo no pareamento de dispositivos Bluetooth. Confira neste artigo todas as novidades da atualização de 2019 e tudo de novo da atualização de maio de 2020.

Windows 10: atualização de maio de 2020

A atualização do Windows 10 de maio de 2020 foi disponibilizada para download um dia antes do previsto e conta com vários recursos novos, com foco em produtividade, segurança e velocidade. Os primeiros relatórios do site ZDNet indicam que a atualização pode levar de 7 a 17 minutos para ser instalada.

Confira abaixo o que tem de novidade nesta atualização do Windows 10:

Está mais fácil reinstalar o sistema operacional: a nova atualização traz uma função que facilitará redefinir o Windows 10. Utilizando o recurso de download da nuvem, agora é possível reinstalar facilmente o sistema operacional a partir de uma versão disponível online, caso haja algum erro no disco local.

Tenha controle sobre as atualizações: outro recurso adicionado é referente ao limite de banda de download para as atualizações do Windows. Esta função permite que os usuários tenham maior controle sobre a velocidade de download de atualizações deixando-os mais rápidos ou mais lentos.

Será possível escolher a quantidade de banda para as atualizações do sistema (Imagem: Reprodução)

Rede e Internet: com a nova atualização, a aba do menu de "Configurações" do Windows 10 é capaz de exibir a quais dispositivos o seu PC está conectado, além de exibir quanto de internet foi consumido em um intervalo de 30 dias.

Melhorias no mecanismo de busca do menu Iniciar: o novo mecanismo de busca do menu Iniciar conta com um corretor ortográfico que é capaz de entender comandos com alguns erros de digitação. Além disso, ele terá quatro opções de pesquisa rápida: "Previsão do tempo", "Principais notícias", "Hoje na História" e "Novos filmes". Alguns recursos não estarão disponíveis no Brasil.

O mecanismo de busca ficou mais rápido e mais otimizado (Imagem: Reprodução)

Gerenciador de Tarefas: usado para o gerenciamento do sistema e dos aplicativos, o Gerenciador de Tarefas agora é capaz de exibir a temperatura da placa de vídeo e o tipo de disco na aba de "Desempenho". Se você possui um SSD ou algum outro disco extra, esta aba vai ser útil para você monitorá-los.

Cortana: o app da Cortana está independente do Windows 10, e isso significa que ele não está mais integrado ao menu Iniciar. Focando em melhorar as interações do usuário com a assistente de voz, o app é capaz de checar a agenda, adicionar tarefas, criar uma lista de compras e criar e mandar e-mails. O suporte para o português do Brasil estará disponível apenas no segundo semestre de 2020.

Melhorias no Bluetooth: com a nova atualização, é possível parear um dispositivo Bluetooth escolhendo uma ação para ele diretamente na notificação exibida na tela. Antes, apesar de os dispositivos conectarem automaticamente, era necessário que os usuários acessassem as "Configurações" do Windows 10 para fazer a conexão.

As configurações de Bluetooth agora podem ser feitas diretamente na notificação (Imagem: Reprodução)

Subsistema Linux: o novo subsistema é o WSL 2 que, além de ser mais rápido, é mais estável, justamente porque usa a tecnologia de virtualização e um kernel Linux para habilitar os novos recursos. O antigo kernel (componente do sistema operacional que serve de ponte entre aplicativos e o processamento) era próprio da Microsoft.

Áreas de trabalho virtuais: agora elas podem ser renomeadas e os usuários podem, até mesmo, utilizar emojis.

Agora as áreas de trabalho virtuais podem ser renomeadas (Imagem: Reprodução)

Bloco de Notas: o app está equipado com recursos que permitem aos usuários realizarem o zoom rápido do texto. Além disso, ele também contará com o ícone de "asterisco" ao lado do título do arquivo para informar aos usuários que as alterações feitas não foram salvas.

Barra de Jogo do Xbox: apesar de a Microsoft ainda não ter anunciado a data de lançamento do Xbox Series X, a Barra de Jogos do Windows 10, que serve para gravar gameplays, está ganhando novas atualizações: agora é possível utilizar widgets de terceiros.

Novos recursos para acessibilidade: o "Narrador" possui novos sons e novos comandos, além de ser capaz de ler os e-mails que foram recebidos no Outlook ou no app Email do Windows 10. O cursor de texto pode ser alterado no tamanho e na cor para ficar mais visível. Ao utilizar a "Lupa" (Windows‌ + Sinal de adição "+"), o recurso irá manter o cursor dentro da área aumentada, para facilitar a navegação.

Windows 10: como atualizar

Passo 1: no menu "Iniciar" do Windows, selecione o menu "Configurações" e clique na opção "Atualização e Segurança".

No menu "Configurações" selecione a opção "Atualização e Segurança" (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Passo 2: selecione a opção "Verificar se há atualizações". Caso exista, a opção "Atualização de recursos para o Windows 10, versão 1909" irá aparecer, então selecione a opção "Baixar e instalar".

Clique em "Verificar se há atualizações" e, em seguida, selecione a opção "Baixar e instalar" (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Passo 3: reinicie o PC ou agende uma reinicialização para concluir a instalação da atualização.

Windows 10: atualizações anteriores

Novembro de 2019

A atualização de novembro de 2019 teve um grande foco em correção de bugs e apresentou poucas melhorias em relação a atualizações anteriores. Ela está focada em novos atalhos nas notificações da Central de Ações e alterou o sistema de pesquisa do Windows Explorer, que foi incorporado ao sistema de busca do menu Iniciar.

O gerenciamento de notificações também sofreu aprimoramento. As mudanças permitem aos usuários silenciar seus aplicativos diretamente na notificação, acessar as configurações através de um novo botão inserido, além de desativarem um som de aviso, mantendo a notificação aberta na tela.

Agora é possível personalizar mais ainda as notificações (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Também foi inserida a possibilidade de criação de eventos do calendário na barra de tarefas. Ao abrir a data diretamente da barra principal do Windows, ele irá exibir todos os eventos daquele dia ou de dias futuros.

Agora é possível adicionar eventos diretamente no calendário (Captura de tela: Matheus Bigogno)

A atualização também permite que outros assistentes de voz sejam instalados e utilizados diretamente na tela de bloqueio. Este novo recurso permite que os usuários utilizem outros assistentes de voz como a Alexa, por exemplo, sem precisar efetuar o desbloqueio de seus dispositivos.

KB4534306 (14 de janeiro de 2020)

Em 14 de janeiro, a Microsoft lançou uma atualização de segurança, que corrigiu alguns bugs da atualização de novembro de 2019. Um dos enfoques desta atualização foi a melhoria na segurança ao armazenar e gerenciar arquivos e outro foi a melhoria na segurança de reconhecimento de periféricos, como mouse e teclado.

A atualização, no entanto, veio com alguns bugs referentes a renomear arquivos que estavam compartilhados em um servidor com uma rede de vários nós de computadores. Para este problema, a Microsoft apresentou duas possibilidades de solução na página com as especificações da atualização. A correção deste problema é uma das atualizações que são esperadas em atualizações futuras.


Fonte: Canaltech