Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    49.137,55
    +1.519,97 (+3,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Windows 10 passa a ser atualizado com menos frequência; entenda o que muda

·2 min de leitura

A Microsoft iniciou nesta terça-feira (16) o fluxo de atualizações anual no Windows 10. O novo cronograma colocará o sistema operacional com a mesma cadência de updates do sucessor, o Windows 11, substituindo o modelo de duas grandes atualizações por ano.

Assim, a próxima grande atualização do Windows 10 só vai acontecer no segundo semestre de 2022. Nesse meio tempo, o sistema operacional será recheado de reforços em segurança e correções de bugs como sempre, em pacotes distribuídos principalmente às terças-feiras.

O Windows 10 continuará recebendo recursos novos por alguns anos (Imagem: Windows/Unsplash)
O Windows 10 continuará recebendo recursos novos por alguns anos (Imagem: Windows/Unsplash)

Embora diminua a frequência de novidades, um fluxo de atualizações mais lento é importante para garantir estabilidade para o sistema. Atualizações anuais são mais fáceis de acompanhar, com janelas de suporte mais bem definidas e, lógico, bem mais marcantes para o usuário do que duas atualizações por semestre.

Características como essa ajudam principalmente aqueles que usam o Windows 10 no trabalho ou em instituições de ensino (nas versões específicas para esses usos, claro). Com esse novo fluxo, inclusive, o suporte para cada atualização será de até 30 meses nesses cenários específicos.

Windows 10 ainda recebe recursos novos

Mesmo que o Windows 11 já esteja liberado para o público geral, o Win 10 ainda receberá atualizações com novos recursos — a próxima compilação é um exemplo disso. O SO lançado neste ano pode até ser o foco, mas, assim como aconteceu na Microsoft Store, novidades implementadas nele também podem aparecer no sistema anterior.

Segundo a Microsoft, pelo menos uma versão do Win 10 terá suporte oficial até 14 de outubro de 2025. Compilações antigas do sistema operacional devem ser as primeiras a ficarem para trás, então é ainda mais importante acompanhar as atualizações anuais.

Recentemente, o Windows 10 recebeu a atualização conhecida como 21H2 (2021, segundo semestre). O pacote introduziu novidades em produtividade, gerenciamento e segurança.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos