Mercado fechará em 1 h 54 min

Windows 10 | Microsoft finalmente revela novo visual do menu Iniciar

Rafael Arbulu

Depois de diversos rumores, a Microsoft finalmente revelou, de forma oficial, qual será o novo visual do menu Iniciar do Windows 10, o qual a empresa vem aplicando um trabalho de revitalização — voltado ao chamado Fluent Design — desde o ano passado, quando ela começou a alterar desenhos dos ícones de seus programas mais comuns.

Segundo o podcast oficial da companhia, o novo menu Iniciar terá um visual menos caótico no que tange à apresentação de suas cores. Atualmente, essa parte tão importante do Windows 10 destoa completamente do restante da tela, apresentando-se em um fundo escuro e com ícones bastante coloridos, similar ao que se via, por exemplo, no finado Windows Mobile, que usava os Live Tiles em cascata para a sua exibição.

No novo visual, o Windows 10 deve mostrar o menu Iniciar de forma mais sinérgica, apostando em ícones de coloração similar, em um fundo mais claro. Um exemplo do “antes e depois” pode ser visto na imagem abaixo:

Novo visual do menu Iniciar do Windows 10 deve seguir os preceitos do  Fluent Design, com esquema de cores mais homogêneo e similar ao que apresentam os ícones de alguns programas da Microsoft (Imagem: Divulgação/Microsoft)

Uma das principais mudanças do novo design justamente nos Live Tiles, os ícones dinâmicos que exibem, por exemplo, informações meteorológicas da sua cidade ou quando há novos e-mails na sua caixa de entrada. Ao que tudo indica, a Microsoft deve dar fim à função no desktop.

O motivo para isso é simples: embora a função seja bem útil em smartphones, que possuem tamanho de exibição limitado pela tela, no desktop ela fazia com que apps e descrições ficassem “encavaladas”, atrapalhando a visão. Como boa parte dos aplicativos dedicados ao Windows no desktop já não faz mais uso desse recurso, há boatos de que a Microsoft estaria pronta para adotar uma exibição estática no menu Iniciar. A empresa não falou sobre isso expressamente no podcast, mas o novo visual mostrado acima parece apontar para isso.

O que ela efetivamente falou, porém, é que os Live Tiles não serão descontinuados de vez: “aqueles que gostam da praticidade dos Live Tiles continuarão capazes de aproveitá-la se assim desejarem”, disse a empresa, sem oferecer mais detalhes.

Apesar das recentes mudanças aplicadas na iconografia de seus principais programas — notavelmente o Office —, a Microsoft ainda não se comprometeu com uma data definitiva para a aplicação do Fluent Design no menu Iniciar. O que se pode especular, porém, é que já seja tarde demais para fazê-la na próxima grande atualização do Windows 10, intitulada “20H1”.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: