Mercado fechará em 1 h 31 min
  • BOVESPA

    130.067,14
    -140,82 (-0,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.864,43
    -165,11 (-0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,07
    +1,19 (+1,68%)
     
  • OURO

    1.858,40
    -7,50 (-0,40%)
     
  • BTC-USD

    41.213,61
    +1.141,87 (+2,85%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.023,00
    +12,39 (+1,23%)
     
  • S&P500

    4.249,08
    -6,07 (-0,14%)
     
  • DOW JONES

    34.316,65
    -77,10 (-0,22%)
     
  • FTSE

    7.172,48
    +25,80 (+0,36%)
     
  • HANG SENG

    28.638,53
    -203,60 (-0,71%)
     
  • NIKKEI

    29.441,30
    +279,50 (+0,96%)
     
  • NASDAQ

    14.032,75
    -92,00 (-0,65%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1290
    -0,0025 (-0,04%)
     

Windows 10 começa a ter suporte a programas com interface gráfica Linux

·2 minuto de leitura

O suporte para aplicativos Linux acabou de ficar ainda melhor dentro do módulo dedicado ao sistema operacional no Windows 10. Durante a abertura da Build 2021, que aconteceu nesta terça-feira (25), a Microsoft anunciou que o Subsistema Windows para Linux (WSL) agora conta com uma integração mais íntima com o sistema da casa e passa a rodar softwares originalmente desenvolvidos com a interface gráfica (GUI) de distribuições Linux com menos complicações.

Distribuído entre integrantes do programa de acesso antecipado em abril, o suporte para aplicações com interface gráfica do Linux no WSL é a materialização de uma promessa antiga da Microsoft, de facilitar a vida de desenvolvedores, que vem sendo cumprida ao longo de anos. Através do recurso, é possível abrir aplicativos, ferramentas e outros recursos originalmente desenvolvidos para o sistema livre, mas sem precisar migrar de SO via dual boot ou utilizar máquinas virtuais.

A novidade permite, inclusive, estender o poder gráfico de placas de vídeo dedicadas instaladas no Windows ao software com interface Linux — capacidade especialmente útil para rodar apps embarcados com IA ou aprendizado de máquina. Na prática, é quase como ter um Linux inserido em cada cópia do Windows 10 — mas esteja ciente de que podem existir limitações num canto ou outro.

Atualmente, a Microsoft afirma que o recurso foi “amplamente distribuído” entre usuários, mas, segundo o site ZDNet, isso não está acontecendo de fato. Na verdade, o suporte aprimorado foi adicionado à compilação 21362 (ou mais recente) do programa de acesso antecipado do Windows 10. Entretanto, o suporte ao GUI do Linux deve ser incluído ao WSL na próxima grande atualização do SO.

O anúncio completo com informações técnicas acerca da novidade e suas novas capacidades foram incluídos no blog oficial da Microsoft, mas é necessário estar com o inglês afiado para acompanhar tudo. Mais informações sobre o suporte do GUI Linux no WSL podem ser conferidas na página oficial do projeto no GitHub.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: