Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.675,33
    -610,27 (-0,48%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.634,60
    +290,49 (+0,57%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,29
    -0,33 (-0,45%)
     
  • OURO

    1.831,50
    -4,30 (-0,23%)
     
  • BTC-USD

    39.953,68
    +240,61 (+0,61%)
     
  • CMC Crypto 200

    948,09
    +17,73 (+1,91%)
     
  • S&P500

    4.419,15
    +18,51 (+0,42%)
     
  • DOW JONES

    35.084,53
    +153,60 (+0,44%)
     
  • FTSE

    7.078,42
    +61,79 (+0,88%)
     
  • HANG SENG

    26.315,32
    +841,44 (+3,30%)
     
  • NIKKEI

    27.477,57
    -304,85 (-1,10%)
     
  • NASDAQ

    14.836,25
    -201,50 (-1,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0225
    -0,0180 (-0,30%)
     

Willian lamenta empate no Dérbi e cobra reação imediata no Brasileirão: ‘Virar a chave rápido’

·2 minuto de leitura


Após empatar em casa com o Corinthians por 1 a 1, na noite deste sábado, pela terceira rodada do Brasileirão, o atacante Willian, que começou o clássico no banco de reservas, falou após a partida e lamentou o resultado obtido no Derby, mesmo atuando no Allianz Parque. O camisa 29 até chegou a balançar as redes, mas o tento foi anulado depois da revisão do VAR – Rony estava em posição de impedimento.

O atacante admitiu que o time ainda está sentindo a “ressaca” da eliminação da Copa do Brasil para o CRB nos pênaltis e cobrou dos companheiros uma reação imediata na competição nacional para não se distanciar dos primeiros colocados. O jogador acredita na força do grupo para dar uma resposta dentro de campo, mas reconheceu que o clube não vive uma boa fase:

– Pelo nosso ambiente, acredito que temos maturidade. Claro que ficamos chateados pela forma que saímos (da Copa do Brasil). Temos que virar a chave rápido. No segundo tempo, no início, deixamos eles jogarem e fizeram o gol. Infelizmente meu gol não valeu – concluiu.

O camisa 29 ainda enalteceu o retorno de Deyverson ao Verdão, que fez sua reestreia no clássico e afirmou que é mais uma opção no setor ofensivo para o técnico Abel Ferreira. O atacante sabe da pressão e disse que a equipe precisa esquecer a cicatriz do passado para seguir em frente:

– Com a chegada do Deyverson, o Abel agora tem outro centroavante. Jogadores de qualidade para ele modificar durante a partida. Agora é continuar. Temos um grupo de muita qualidade. Tem toda uma pressão, mas time grande é assim. Cabeça erguida e trabalhar.

Na próxima quinta-feira (17), pela quarta rodada, o Verdão viaja até a Caxias do Sul, onde encara o Juventude, fora de casa, no estádio Alfredo Jaconi, em horário a ser confirmado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos