Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.611,65
    +1.322,47 (+1,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.466,02
    -571,03 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,29
    +0,68 (+0,79%)
     
  • OURO

    1.796,60
    -33,10 (-1,81%)
     
  • BTC-USD

    36.748,57
    +229,25 (+0,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    813,93
    -5,57 (-0,68%)
     
  • S&P500

    4.326,51
    -23,42 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.160,78
    -7,31 (-0,02%)
     
  • FTSE

    7.554,31
    +84,53 (+1,13%)
     
  • HANG SENG

    23.807,00
    -482,90 (-1,99%)
     
  • NIKKEI

    26.170,30
    -841,03 (-3,11%)
     
  • NASDAQ

    14.113,75
    -44,75 (-0,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0240
    -0,0824 (-1,35%)
     

Williams, do Fed de NY, diz que é completamente sensato aumentar juros

·1 min de leitura
Presidente do Fed de Nova York, John Williams

NOVA YORK (Reuters) - É "sensato" que o Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos, comece a aumentar os juros neste ano à medida que remove parte do apoio fornecido durante a pandemia, disse o presidente do Fed de Nova York, John Williams, nesta sexta-feira.

O Fed se concentrará em dados econômicos ao decidir o momento exato e o ritmo dos futuros aumentos da taxa, disse Williams, acrescentando que "faz sentido" que o banco central continue removendo o estímulo da política monetária.

Williams disse que o banco central deve agir para reduzir suas participações em títulos depois de aumentar os juros ante os níveis atuais próximos de zero, e afirmou que as autoridades têm as ferramentas necessárias para gerenciar o balanço patrimonial sem problemas.

(Por Jonnelle Marte)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos