Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -634,97 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,16 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,78
    -0,13 (-0,18%)
     
  • OURO

    1.879,50
    -0,10 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    38.721,49
    +2.649,19 (+7,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,40 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,23 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,87 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    13.992,75
    -1,50 (-0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1926
    +0,0391 (+0,64%)
     

Wikipedia em português completa 20 anos de vida fortalecida e relevante

·10 minuto de leitura

Todo mundo com menos de 40 anos já viu algum professor vetar informações provenientes da Wikipédia por diversos motivos. A plataforma que se propõe a reunir conteúdos sobre absolutamente tudo que for “enciclopediável”, como conceitos, personalidades e assuntos relevantes, celebrou 20 anos de existência no Brasil e nos demais países de língua portuguesa no último dia 11 de maio com muito o que comemorar, mas também com desafios e incertezas sobre o futuro.

O site se mantém entre os 20 mais acessados do mundo e uma das principais fontes de consulta para assuntos diversos. Segundo o administrador da Wikipédia Rodrigo Padula, a Wiki fornece “informação atualizada não só para seus visitantes diretos como indiretamente em várias plataformas, redes sociais, mecanismos de busca e assistentes pessoais, como o Google Assistente e Alexa”.

O Google usa informações da Wikipédia em seus cards informativos (Imagem: Captura de tela/Canaltech)
O Google usa informações da Wikipédia em seus cards informativos (Imagem: Captura de tela/Canaltech)

Ele lembra que os principais mecanismos de busca exibem como resultados de topo as páginas da Wikipédia, além de extraírem informações direto dos verbetes para caixas informativas e resumos, o que ocorre também nas redes sociais, YouTube e dezenas de outros grandes sites.

Os mitos criados nos últimos 20 anos

Com mais tempo de vida do que a maioria dos sites, a Wikipédia já se tornou parte da cultura popular. Em razão disso, há muitos mitos, boatos e informações (algumas verdadeiras, outras não) sobre a enciclopédia virtual.

A primeira coisa que precisa ser desmistificada é sobre a suposta “falta de credibilidade” das informações “wikipedianas”. Para um artigo ser inserido lá é necessário um processo apurado de escrita, com fontes confiáveis (não adianta linkar para o "blog do zézinho") e imparcialidade no tratamento de temas. Quando a equipe nota que o autor pende para um dos lados, o artigo é questionado ou até excluido.

Muita gente gostaria de ser referenciada na plataforma, mas poucas pessoas possuem notoriedade suficiente para figurar lá. Também não é possível usar a plataforma como fonte primária de divulgação, como um blog, já que ela apenas reúne conteúdos de outros locais confiáveis da web.

“A Wikipédia acabou sendo muito estigmatizada devido aos seus primórdios, que coincide com a expansão da internet no Brasil. Quando o número de colaboradores e conteúdos ainda eram reduzidos, e as nossas regras incipientes, qualquer pessoa podia criar conteúdos de qualquer maneira, sem critérios de notoriedade e referências, o que levava a conteúdos imprecisos, de baixa qualidade e muito incompletos”, analisa o coordenador.

Rodrigo Padula crê em avanços da Wikipédia nos últimos 20 anos (Imagem: Arquivo Pessoal/Campus Party Brasil)
Rodrigo Padula crê em avanços da Wikipédia nos últimos 20 anos (Imagem: Arquivo Pessoal/Campus Party Brasil)

Era a época em que muitos estudantes plagiavam artigos na íntegra para trabalhos escolares e acadêmicos, o que levou a críticas por muitos professores e pesquisadores. Isso mudou muito de lá para cá e a comunidade tem buscado estabelecer laços com instituições acadêmicas e culturais por meio de eventos, como o International Wiki Scientific Conference e o Congresso Científico Brasileiro da Wikipédia. Ambos contaram com apoio e participação de várias universidades como as brasileiras UFF, UFRJ, Unirio e USP e as portuguesas Universidade Aberta de Lisboa, Universidade do Porto e Universidade de Coimbra.

Todos podem editar, mas tudo é revisado

O segundo ponto fundamental é sobre a ideia de que “qualquer pessoa pode editar”. Além de ser necessário ter um cadastro — edição anônima é proibida desde 2020 —, os mecanismos de controle de alterações na plataforma são extremamente rígidos. Quando algum criador de conteúdo possui conflito de interesse (ou seja, insere o conteúdo para promover alguém ou desvalorizar outra pessoa), o trecho é removido.

Toda alteração é verificada por editores que podem restaurar artigos ou levar as discussões para a equipe do site analisar e chegar a um consenso. Não adianta vandalizar ou substituir o conteúdo de determinada página por outro: essa ação será vetada e o material original retornará para o site rapidamente.

Jornalistas e políticos são vítimas do vandalismo na Wikipédia (Imagem: Reprodução/Wikipédia)
Jornalistas e políticos são vítimas do vandalismo na Wikipédia (Imagem: Reprodução/Wikipédia)

“Nossos colaboradores diariamente bloqueiam contas e IPs por edições indevidas, desrespeito às nossas regras/políticas e reincidência no mal uso de recursos e ferramentas. Qualquer editor com mais de 300 edições passa a ter direito a voto e a participar da melhoria de nossas políticas e regras”, detalha o profissional.

Em épocas sazonais o acesso a determinados temas costuma crescer juntamente com as tentativas de vandalizar o conteúdo — em fevereiro, por exemplo, o verbete mais acessado foi Karol Conká, que protagonizou diversas polêmicas no reality show Big Brother Brasil, da Rede Globo.

Rodrigo afirma que o período eleitoral é a época em que mais ocorrem atitudes ruins. “Sofremos tanto com as edições feitas por militantes bem como opositores e até mesmo assessores pagos por políticos que tentam manipular conteúdos dos artigos”, explica. Nestes casos, alguns artigos são bloqueados para que somente os editores mais reconhecidos possam ajustar.

Ponto de partida, mas não ponto de chegada

O terceiro ponto fundamental é sobre a "superficialidade das informações”. Esse é o único conceito verdadeiro sobre a plataforma, cujo objetivo é introduzir temas e não adentrar em debates, tomadas de posição ou se posicionar como autoridade no assunto. Lá, inclusive, há vários links referenciando para conteúdos mais técnicos e bem apurados, o que pode ajudar quem precisa fazer uma pesquisa sobre determinado tema.

Mesmo artigos bem produzidos não possuem o nível de aprofundamento dos materiais didáticos (Imagem: Reprodução/Wikipédia)
Mesmo artigos bem produzidos não possuem o nível de aprofundamento dos materiais didáticos (Imagem: Reprodução/Wikipédia)

Apesar disso, há segmentos que se destacam, como palavras relacionadas a conceitos históricos. Há muitos historiadores notáveis que levam, com precisão, fatos e detalhes sobre acontecimentos do passado. Mesmo assim, não é correto pensar que isso seria capaz de substituir capitulos inteiros de livros com explicações bem mais aprofundadas.

É por isso que a Wikipédia não pode ser considerada fonte de nada, porque a base do seu trabalho é apenas reunir informações dispersas. Mas ela pode, por exemplo, ser um excelente ponto de partida para o desenvolvimento de temáticas sobre quase todos os assuntos.

Wiki em Português

Uma curiosidade é que a Wikipédia não tem um conjunto de tem regras próprias, cabendo aos editores de cada um dos 321 idiomas definir as melhores práticas para gestão do conteúdo. Neste exato momento, são 1.066.036 artigos disponoíveis em português, número que aumenta todos os dias.

A versão em português é a décima maior, atrás das compilações em inglês, alemão, francês, holandês, italiano, polonês, espanhol, russo e japonês. “Grande parte do conteúdo produzido e publicado na Wikipédia lusófona é feito por colaboradores de forma manual. Em algumas Wikipédias, boa parte dos conteúdos são criados com a utilização de bots que geram artigos de forma automatizada a partir de bases de dados estruturadas, sem a mesma criteriosidade da versão em português”, explica Rodrigo.

Cada país tem regras próprias para produção de conteúdo (Imagem: Reprodução/Wikipédia)
Cada país tem regras próprias para produção de conteúdo (Imagem: Reprodução/Wikipédia)

Isso explica porque o português, mesmo possuindo mais falantes no mundo do que o polonês e o holandês, por exemplo, ainda figura atrás na quantidade de textos hospedados. “Ainda temos a questão de que alguns idiomas são a segunda língua de um número grande de pessoas e países, como os caso de inglês, espanhol e francês, o que amplia o número de colaboradores potenciais”, complementa o especialista.

O usuário Yanguas é um dos maiores contribuidores da pt.wiki de todos os tempos, tanto pela quantidade de artigos editados quanto pelas suas criações. Outro que se destaca é o usuário TUGA1143, o português Luis Almeida, que também contribuiu com dados para essa matéria, assim como o Stegop (José Mário Pires), outro “gajo” extremamente ativo. “São três exemplos a serem seguidos pelos demais editores e editoras”, ressalta Padula.

Apesar da predominância masculina, as mulheres também contribuem ativamente para a plataforma. A brasileira Nice Poa é a maior editora do sexo feminino na Wikipédia Lusófona ate o momento.

Desafios para o futuro

Na Wikipédia em português, um dos principais desafios é a retenção de colaboradores. Por se tratar de um trabalho voluntário, muitas pessoas desisten no meio do caminho; outras pulam fora depois de desavenças com outros membros. Não é muito difícil encontrar longas discussões entre os colaboradores, com trocas de acusações e respostas mais ríspidas.

“A Wikipédia Lusófona ainda é considerada por muitos um ambiente hostil e complicado, por mais que seja aberto e participativo. Aprendemos e evoluímos muito ao longo dos últimos anos, mas nem todos ainda se sentem confortáveis em contribuir ali”, assume o administrador.

Um dos seus objetivos é justamente divulgar a Wiki e fazer com que mais pessoas conheçam o projeto e se interessem em participar. “Numa era em que a desinformação domina as redes sociais e a política, a Wikipédia e seus bons editores, bem como o jornalismo profissional, se tornam ainda mais importantes para informar a população”, crava.

Vendo os artigos dá para ter uma ideia da importância do Brasil na comunidade lusófona (Imagem: Reprodução/Wikipedia)
Vendo os artigos dá para ter uma ideia da importância do Brasil na comunidade lusófona (Imagem: Reprodução/Wikipedia)

Outra dificuldade é promover a expansão da comunidade nos demais países que falam português: tirando Brasil e Portugal, todos os demais são pequenos e/ou possuem problemas socio-econômicos mais graves, e não raro o acesso à internet é precário e bem restrito. Completam o time de países lusófonos: Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné-Equatorial, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

A ausência de publicidade nas páginas da Wikipédia é sempre um fator desafiador. Manter uma estrutura tão grande sem o apoio de um grande grupo econômico é uma tarefa complexa e é por isso que, de tempos em tempos, o site pede o apoio financeiro dos leitores.

A Wikimedia Foundation coordena os esforços de captação de recursos com um calendário anual em vários países. Isso porque há custos também com o corpo de funcionários que trabalham no desenvolvimento dos softwares, programas, parcerias e projetos. “Captamos anualmente dezenas de milhões de dólares ao redor do mundo, onde todas as doações são centralizadas na Wikimedia Foundation e distribuídas através de projetos e programas de apoio às comunidades e organizações parceiras pelo mundo afora”, detalha o coordenador.

Curiosidades sobre a Wikipédia Lusófona

  • No total, há 2.583.105 contas registadas

  • No dia 8 de maio de 2021, eram 1.066.759 artigos criados

  • Há 10.687 editores ativos na comunidade lusófona, dentre os quais 71 são administradores e 718 são autorrevisores (editores que já sabem editar de acordo com as políticas do site)

  • A média diária é de 5.370 edições em artigos

  • Entram para plataforma cerca de 141 artigos por dia

  • Desde que foi criada, a Wiki conta com 41.204.739 edições realizadas unicamente em artigos

  • Por mês, há uma média de 8.231 editores ajustando a Wikipédia, contudo apenas 2.172 fazem mais de 5 edições, somente 250 executam mais de 100 edições e não mais do que 23 realizam mais de 1.000 edições

  • O recorde de acessos a um único artigo ocorreu em 2018: 2.600.927 pessoas visualizaram o verbete Jair Bolsonaro em outubro. Foi neste período que ocorreram as eleições para presidente do Brasil.

A Wikipédia Lusófona comemora 20 anos muito mais completa, confiável e madura. Ainda há vários obstáculos, mas a comunidade atuante parece bastante apaixonada pelo que faz.

Para os interessados, Rodrigo Padula faz um convite: “Para contribuir com a Wikipédia, nem pessoas nem instituições precisam de autorização ou parceria específica, qualquer um pode chegar, criar uma conta e contribuir. Este é o meu chamado: venham editar a Wikipédia!”

Parabéns à Enciclopédia Livre e a todos aqueles que participam na construção desta importante ferramenta de difusão do conhecimento.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: