Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.591,41
    -172,59 (-0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.435,45
    +140,65 (+0,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    111,89
    +0,13 (+0,12%)
     
  • OURO

    1.819,80
    -1,40 (-0,08%)
     
  • BTC-USD

    20.283,45
    -470,16 (-2,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    441,05
    -9,01 (-2,00%)
     
  • S&P500

    3.821,55
    -78,56 (-2,01%)
     
  • DOW JONES

    30.946,99
    -491,31 (-1,56%)
     
  • FTSE

    7.323,41
    +65,09 (+0,90%)
     
  • HANG SENG

    22.418,97
    +189,47 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    27.049,47
    +178,17 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    11.690,75
    +16,50 (+0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5431
    +0,0016 (+0,03%)
     

Widgets não causarão problemas de desempenho no Windows 11, garante Microsoft

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O suporte a widgets produzidos por terceiros não deve afetar o desempenho do Windows 11. A afirmação é da própria Microsoft, que garantiu total suporte à imensa biblioteca de utilitários disponível até o fim deste ano.

A documentação criada pelos desenvolvedores mostra que os widgets serão alimentados por Adaptive Cards, produzidos em JSON e com total permissão para troca aberta de dados. Esses cartões adaptativos devem transformar a linguagem de programação em uma interface nativa que se ajusta automaticamente às configurações do usuário/aplicativo.

Atualmente, os widgets são compatíveis apenas com softwares da Microsoft, mas isso mudará em breve (Imagem: Reprodução/Windows Latest)
Atualmente, os widgets são compatíveis apenas com softwares da Microsoft, mas isso mudará em breve (Imagem: Reprodução/Windows Latest)

A fabricante garante que o sistema foi projetado para se integrar ao Windows 11 de forma leve e nativa, como uma experiência complementar aos aplicativos Win32 e PWA. Os primeiros são construídos no modelo antigo, compatível com as versões anteriores do Windows, enquanto os PWAs são feitos sob medida para o sistema operacional moderno.

Widgets para todos

Um dos novos recursos do Windows 11, o painel de widgets é uma formulação do polêmico "Notícias e Interesses" do antecessor. Quando chegou, em 2021, essa novidade teve uma receptividade bastante negativa por deixar computadores mais lentos em troca de exibir notícias e dados meteorológicos.

No painel de widgets, contudo, a ideia é expandir o conceito para oferecer suporte a conteúdos interativos de aplicativos de terceiros além da Microsoft, como Gmail, Google Fotos e outros programas. A gigante do software parece estar disposta a repetir o sistema implantado com sucesso pelo Google no Android.

Os Adaptative Cards são uma tecnologia já conhecida, utilizada no Teams, Cortana, Outlook e outros softwares da Microsoft. Ainda não está exatamente claro qual será o papel deles na integração dos apps com os widgets, mas está possivelmente relacionado ao funcionamento do sistema para não deixar máquinas lentas.

Quando chegam os novos widgets?

A Microsoft não estabeleceu uma data fixa, mas espera ter tudo pronto até o final do ano. Os widgets deverão ser baixados diretamente da Microsoft Store e serão enviados pelos desenvolvedores da mesma forma que um aplicativo normal.

Vale lembrar que a gigante do software planeja implementar um painel de widgets em tela cheia. Hoje, os utilitários abrem apenas no lado esquerdo da tela, ocupando apenas um terço dela.

O painel de widgets renovado ocuparia o espaço da área de trabalho (Imagem: Reprodução/Microsoft)
O painel de widgets renovado ocuparia o espaço da área de trabalho (Imagem: Reprodução/Microsoft)

Com mais opções disponíveis, o recurso passaria a cobrir toda a área de trabalho e ocupar o espaço inteiro do monitor para exibir seus utilitários. Este pode não ser o formato ideal para um computador de mesa ou notebook, mas certamente ajudará bastante a navegação em tablets.

Outra mudança prevista é a união de widgets relacionados a contas pessoais e de trabalho simultaneamente. Assim, você não precisará trocar de login para ver seus utilitários favoritos, pois tudo será centralizado.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos