Mercado fechado

Wi-Fi 7 atinge 5 Gbps em testes, velocidade 5x mais alta que conexões atuais

Por meio de demonstração realizada recentemente, Intel e Broadcom conseguiram demonstrar a real capacidade do Wi-Fi 7, próxima geração do protocolo de conectividade sem fio. A velocidade atingida chegou a 5 Gbps, um recorde até o momento, reforçando os benefícios esperados para um futuro próximo.

Demonstração da Intel/Broadcom chegou a 5 Gbps (Imagem: Divulgação/Intel e Broadcom)
Demonstração da Intel/Broadcom chegou a 5 Gbps (Imagem: Divulgação/Intel e Broadcom)

Para efeito de comparação, este desempenho é 2,5 vezes maior que o Wi-Fi 6E, que é o padrão mais avançado atualmente. Além disso, ele ainda é 5 vezes mais rápido que o Wi-Fi 6 — entretanto, nenhuma das tecnologias se consolidou completamente até o momento, com o Wi-Fi 5 ainda sendo largamento utilizado.

As marcas ainda afirmaram que há um potencial para velocidades mais altas no Wi-Fi 7, a partir do momento em que um ecossistema mais sólido esteja implementado. Mesmo assim, o nível de desenvolvimento do padrão já é considerado avançado.

Wi-Fi 7 permitirá melhorias em jogos, streaming e mais

Padrão poderá aparecer em meados de 2023 (Imagem: EasyReach)
Padrão poderá aparecer em meados de 2023 (Imagem: EasyReach)

Os usos para uma internet tão rápida são múltiplos. Dispositivos de realidade aumentada e virtual (AR/VR) poderão atuar com latência bem mais baixa para “jogos super responsivos e confiáveis”, de acordo com o que afirmou a Intel.

As capacidades de streaming de vídeo e jogos também serão aprimoradas, com reprodução de conteúdos em resolução de até 16K sem travamentos. Naturalmente, o uso corporativo da internet mais rápida também será possível, com bases de dados ainda maiores e rápida transferência de arquivos pesados, por exemplo.

A Intel apontou que a plataforma será o padrão para pelo menos 10 anos de experiências sem fio. Para alcançar esta capacidade, são utilizados canais mais amplos de 320 MHz no espectro de 6 GHz não-licenciado, assim como a modulação de dados QAM 4K de ordem superior, e conexões simultâneas em várias bandas com operação multilink.

Estima-se que o Wi-Fi 7 seja certificado oficialmente em meados de 2023, para que produtos compatíveis sejam vendidos ao longo do segundo semestre do mesmo ano. Entretanto, o funcionamento pleno da tecnologia ainda poderá levar mais tempo, assim como ocorre com o Wi-Fi 6E.

De qualquer forma, não será necessário reestruturar toda a rede de internet num primeiro momento. Afinal, os produtos com Wi-Fi 7 serão retrocompatíveis com tecnologias anteriores, como o Wi-Fi 6E, Wi-Fi 6 e anteriores.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: