Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.113,93
    +413,26 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.726,98
    +212,88 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,07
    -0,39 (-0,61%)
     
  • OURO

    1.777,30
    +10,50 (+0,59%)
     
  • BTC-USD

    62.264,39
    +704,97 (+1,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,97
    +7,26 (+0,52%)
     
  • S&P500

    4.185,47
    +15,05 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    34.200,67
    +164,68 (+0,48%)
     
  • FTSE

    7.019,53
    +36,03 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.969,71
    +176,57 (+0,61%)
     
  • NIKKEI

    29.683,37
    +40,68 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    14.024,00
    +10,00 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6872
    -0,0339 (-0,50%)
     

WHG traz ex-Morgan Stanley para mesa de ativos e seis analistas

Vinícius Andrade
·1 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A Wealth High Governance, empresa de private banking criada por uma equipe de ex-executivos do Credit Suisse, contratou André Mitidieri como responsável pela mesa de ativos.

Mitidieri, que foi um dos responsáveis pela mesa de derivativos de renda variável do Morgan Stanley para clientes institucionais de América Latina, começou em março e se reporta a Marco Abrahão, CEO da WHG, segundo a empresa. Ele atuará como especialista em ativos e derivativos de renda variável e renda fixa para clientes que desejem investir diretamente nesses ativos em vez de via fundos.

A WHG também trouxe seis analistas para o time de ações de sua gestora de recursos. Guilherme Novello, ex-GP Investments, Roland Coltman, que foi gestor de ações globais na ARC Capital, e Vitor Paulino, com passagem pela XP e JPMorgan, foram contratados. Também chegam ao time Andres Castro, ex-Kapitalo, Nicholas Bennett, que foi especialista de produtos no private banking do Credit Suisse no Brasil, e Leonardo Garcia, ex-Santander. Todos eles irão se reportar ao diretor de investimentos, Andrew Reider.

A WHG quer atingir R$ 20 bilhões em fortunas sob gestão até o fim de 2021, disse Reider, em entrevista em janeiro. A XP possui uma participação de 49,9% na empresa.

Daniel Gewehr, ex-chefe de estratégia de ações para Brasil e América Latina do Santander, vai se juntar à WHG como co-gestor de portfólio para ações após o término de seu período de “garden leave”, pessoas com conhecimento do assunto disseram à Bloomberg no início do mês.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.