Mercado abrirá em 2 mins
  • BOVESPA

    95.368,76
    -4.236,78 (-4,25%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    37.393,71
    -607,60 (-1,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    35,95
    -1,44 (-3,85%)
     
  • OURO

    1.875,80
    -3,40 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    13.103,10
    -60,29 (-0,46%)
     
  • CMC Crypto 200

    258,96
    -13,73 (-5,03%)
     
  • S&P500

    3.271,03
    -119,65 (-3,53%)
     
  • DOW JONES

    26.519,95
    -943,24 (-3,43%)
     
  • FTSE

    5.573,56
    -9,24 (-0,17%)
     
  • HANG SENG

    24.586,60
    -122,20 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    23.331,94
    -86,57 (-0,37%)
     
  • NASDAQ

    11.191,75
    +59,00 (+0,53%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7117
    -0,0227 (-0,34%)
     

WhatsApp prepara novo recurso que é cópia de Telegram e Snapchat

Rubens Eishima
·2 minutos de leitura

Uma atualização da versão de testes do WhatsApp trouxe novidades para um recurso aguardado há muito tempo no aplicativo. O site WABetaInfo revelou que o beta de número 2.20.201.1 incluiu a opção de definir a autodestruição de mídias enviadas para contatos.

A novidade ainda não está em funcionamento, mas a tela de envio já foi capturada no beta do WhatsApp. O recurso também não chegou à versão de testes para iOS, algo que deve acontecer antes da ativação do sistema.

O novo recurso inclui um ícone que, ao ser ativado, define que o arquivo — imagem, vídeo ou GIF — seja apagado após o usuário sair da tela de conversa. O sistema é parecido com o recurso popularizado no Snapchat e depois adotado pelo Telegram e até no sistema de directs do Instagram.

Botão "1" indica que arquivo será apagado assim que o destinatário a ver (imagem: reprodução/WABetaInfo)
Botão "1" indica que arquivo será apagado assim que o destinatário a ver (imagem: reprodução/WABetaInfo)

No caso do WhatsApp, pelo menos na versão beta, não é possível definir um prazo de validade para o arquivo enviado. Caso o destinatário feche o app após abrir rapidamente a conversa, a imagem já é apagada.

A mídia enviada sequer deixa uma pista de que existiu, pois o WhatsApp remove referências a ela do histórico — ou seja, nem ao menos mostra uma mensagem do tipo “Mídia vencida/expirada/apagada”.

Segundo o WABetaInfo, não há previsão para lançamento do recurso no WhatsApp. Além da inclusão no app para iPhones, o recurso precisa ainda receber um controle para impedir a captura da tela antes de ser oferecido amplamente à imensa base do mensageiro.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: