Mercado fechado

WhatsApp prepara função para esconder de vez conversas da tela inicial

Felipe Junqueira
·2 minuto de leitura

O WhatsApp trabalha constantemente em novos recursos para o mensageiro, e enquanto alguns podem não empolgar muito, vários são esperados ao menos por uma boa parcela de usuários. Uma novidade que está a caminho, mas ainda indisponível mesmo para quem é beta, se encaixa no segundo caso: o chamado “modo férias”.

O recurso é uma espécie de melhoria no arquivamento de conversas. Atualmente, quando você tira um chat da tela inicial do WhatsApp sem remover o histórico, ele fica em uma espécie de limbo, em que só pode ser encontrado pela busca. Porém, se alguém mandar uma mensagem em uma conversa arquivada, ela retorna automaticamente para a lista de conversas do mensageiro, mesmo que esteja silenciada.

Ou seja, o arquivamento serve apenas para limpar temporariamente a tela inicial do app. E é isso que o WhatsApp pretende mudar com a nova função “modo férias”: tornar a aba de chats arquivados um local para “mover conversas que você deseja manter silenciadas”.

Apresentação da nova tela de arquivos do WhatsApp, ainda indisponível (Imagem: Reprodução/WABetaInfo)
Apresentação da nova tela de arquivos do WhatsApp, ainda indisponível (Imagem: Reprodução/WABetaInfo)

A diferença da novidade para o recurso de apenas silenciar grupos é que, na segunda, novas mensagens vão sempre aparecer no topo da sua lista de chats; na primeira, elas ficam realmente guardadas, longe dos seus olhos, mesmo que cheguem novas mensagens constantemente, e você só as acessa manualmente, tal qual ocorre no Telegram, por exemplo.

O nome “modo férias” não é oficial, mas ajuda a explicar a ideia de mover conversas para um local não tão acessível para só voltar a ler as mensagens quando você quiser. Ou seja, quando tirar uma folga do trabalho, por exemplo, pode mover grupos da firma para o arquivo e ficar livre dos problemas profissionais durante o período de descanso. Ao retornar, basta desarquivar para voltar a acompanhar seus colegas.

Ainda não há previsão para o recurso ser liberado na versão beta do Android, mas o site WABetaInfo já encontrou vestígios dele na versão mais recente, a 2.20.199.8, incluindo a imagem de apresentação que ilustra a matéria. Por enquanto, o jeito é aguardar até que os desenvolvedores considerem a função pronta o bastante para começar a testá-la efetivamente.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: