Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,91 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,62 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.753,90
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    48.632,87
    +1.157,58 (+2,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,62%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,44 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.282,75
    -226,75 (-1,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1994
    +0,0146 (+0,24%)
     

WhatsApp pode estender a criptografia de ponta a ponta para backups locais

·2 minuto de leitura

A criptografia de ponta a ponta é um dos maiores trunfos do WhatsApp, pois protege a integridade das conversas e mídias compartilhadas. Agora, segundo vazamentos, os desenvolvedores podem estar perto de levar essa proteção também para os backups locais em aparelhos, o que traria mais uma camada de privacidade, como indicam traços da funcionalidade encontrados no código da versão beta do app.

Conforme o site WABetaInfo, a criptografia também seria aplicável às cópias armazenadas no Google Drive ou outros sistemas de arquivos em nuvem. Assim, além do aparelho, as conversas salvas também ficariam embaralhadas para evitar acessos indevidos por terceiros.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

É preciso ressaltar que o WhatsApp já tem um mecanismo de proteção do backup local, mas ele não é criptografado de ponta a ponta. Na prática, alguém ainda poderia decifrar o conteúdo em dispositivos de terceiros e acessar tudo. Com a adição da nova tecnologia, essa possibilidade é bem reduzida, porque somente dois aparelhos terão aquela chave.

O print de tela postado pelo WABetaInfo sugere que a criptografia de ponta a ponta estaria disponível para backups em nuvem e locais simultaneamente. O que ainda não está claro é como isso funcionaria em conjunto com o serviço de login em múltiplos dispositivos. Será que todos eles serão criptografados? Como vai ocorrer a descriptografia ao transferir o histórico de um lugar para outro? Essa são apenas duas questões que ainda não têm respostas claras.

A novidade deve chegar primeiro em uma versão beta do WhatsApp para Android. Como ainda não houve manifestação da companhia, é difícil saber se é apenas um teste ou se existe a possibilidade de o recurso desembarcar oficialmente.

Você acredita que a criptografia de ponta a ponta será útil para proteger os dados dos usuários? Deixe as suas impressões nos comentários.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos