Mercado abrirá em 4 h 33 min

WhatsApp deve ganhar modo escuro em breve

Eduardo Hayashi
Novidade foi anunciada por uma fonte anônima, que comunicou ao site WABetaInfo algumas pistas sobre o novo recurso, supostamente ainda em fase de desenvolvimento; ainda não há qualquer previsão para a chegada do recurso

Entre os recursos que estão cogitados para aparecer em futuras atualizações do WhatsApp, há a possibilidade de o mensageiro ganhar um modo escuro. A especulação surgiu de uma fonte anônima, que falou ao WABetaInfo.

De acordo com o site, foram encontradas diversas referências código-fonte das versões de teste do WhatsApp, algumas delas mencionando o "dark mode (modo escuro)", capaz de deixar toda a interface do aplicativo com tons mais escuros para visualização mais confortável em ambientes com pouca iluminação.


"Fico feliz em dar as boas notícias com exclusividade: o WhatsApp está finalmente desenvolvendo o Dark Mode! É um sonho. Existem muitas referências secretas importantes em atualizações recentes!", comentou o WABetaInfo.

Apesar do anúncio, ainda não foi detalhado como o modo escuro alterará a interface do WhatsApp, tampouco divulgada capturas de tela mostrando o novo visual do app.

Em contrapartida, um detalhe interessante foi comentado: o modo escuro poderia culminar em um consumo menor de bateria em aparelhos com tela OLED, uma vez que a tecnologia de display é capaz de controlar individualmente os LEDs, desligando todos aqueles que não estão em uso. Por isso, a funcionalidade poderia ser uma boa pedida, mas somente se o "dark mode" realmente exibir uma interface preta em vez dos costumeiros tons de cinza.

Caso o rumor seja confirmado, o WhatsApp se juntará aos aplicativos do Twitter, o Pocket, o Discord e o Reddit, que já oferecem a opção de alterar para o modo escuro tanto no Android quanto no iOS.

Outro possível recurso que pode estar à caminho do aplicativo de mensagens, ainda segundo o que foi dito recentemente pelo WABetaInfo, é a funcionalidade de "deslizar para responder", que deve substituir o atual método de responder a mensagens específicas a partir do comando de manter o dedo pressionado por alguns segundos.

Fonte: Canaltech