Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.094,22 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,95 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,10 (+0,14%)
     
  • OURO

    1.802,10
    +0,30 (+0,02%)
     
  • BTC-USD

    34.487,34
    +427,20 (+1,25%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,15 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,82 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    -6,75 (-0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1215
    +0,0013 (+0,02%)
     

WhatsApp começa a testar funcionamento em mais de um aparelho ao mesmo tempo

·3 minuto de leitura

Chegou a hora: nesta quarta-feira (14), o WhatsApp começa a testar na versão beta o acesso de uma mesma conta em múltiplos dispositivos ao mesmo tempo. A novidade permite que o app para computador funcione de forma independente do celular e que uma mesma conta seja dividida em até quatro dispositivos diferentes.

A conexão no WhatsApp em mais de um aparelho é prevista há meses, inclusive foi um recurso confirmado pelo diretor do mensageiro, Will Cathcart, em junho deste ano. Em setembro de 2020, a funcionalidade parecia passar por testes internos, mas nunca apareceu para os usuários finais — mas a espera acabou.

O gerenciamento de dispositivos vinculados é feito na tela "Aparelhos conectados" (Imagem: Reprodução/WABetaInfo)
O gerenciamento de dispositivos vinculados é feito na tela "Aparelhos conectados" (Imagem: Reprodução/WABetaInfo)

Finalmente, um pequeno grupo de membros do programa beta recebe a ferramenta para preparar o terreno para o lançamento oficial. Apesar de parecer uma adição simples, a sincronização entre múltiplos dispositivos foi complexa e exigiu elaboração de mecanismos importantes para assegurar que as mensagens não serão interceptadas por um agente intermediário e continuarão protegidas por criptografia de ponta a ponta.

A sincronização funciona exatamente da forma que você espera: uma mensagem enviada pelo computador a grupos ou contatos também fica disponível a partir do telefone, mas o envio não exige que o portátil esteja conectado a todo momento. Se o smartphone estiver sem internet, a conversa que foi mantida no computador será sincronizada quando a conexão for reestabelecida — assim, dá para continuar o papo exatamente de onde parou, em qualquer aparelho vinculado.

Nesse primeiro momento, embarcar na prévia da novidade desconectará todos os dispositivos conectados no formato antigo (ainda dependentes da conexão com o celular). É possível que o usuário precise vincular a conta ao WhatsApp para desktop duas vezes, para concluir a transição.

Se a sua conta ficar 14 dias sem nenhuma atividade no celular, o computador perderá acesso ao mensageiro. Esse mecanismo impede que contas continuem sendo utilizadas somente no computador sem a autorização do dono. Chamadas (de vídeo ou somente voz) estão disponíveis nos dispositivos vinculados, no entanto, alguns recursos nativos não estão disponíveis no beta, mas devem ser implementados com o tempo.

Acesso fácil

Vazamentos já mostraram que o gerenciamento de dispositivos aconteceria a partir da tela de "Aparelhos conectados". Dali, o usuário pode ativar ou desabilitar o funcionamento independente de outros dispositivos. Atualmente, essa seção serve para controlar o acesso das versões web/desktop do mensageiro (que ainda dependem da conexão do celular).

Quando ativado, uma etiqueta de "beta" é adicionado ao app para desktop (Imagem: Reprodução/WABetaInfo)
Quando ativado, uma etiqueta de "beta" é adicionado ao app para desktop (Imagem: Reprodução/WABetaInfo)

Não há previsão para quando a ferramenta estará disponível para todos e, por enquanto, não será possível vincular vários celulares a uma mesma conta. Detalhes mais precisos sobre o recurso e como os acessos serão gerenciados devem ser divulgados pelas pessoas sortudas que receberão a experiência.

É bem provável que o recurso seja liberado por atualização, então é bom ficar de olho na Play Store e na App Store para baixar pacotes pendentes. Para os utilizadores da versão estável, resta aguardar e torcer para que a conexão em múltiplos dispositivos funcione bem e tenha um período de testes curto.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos