Mercado abrirá em 1 h 45 min
  • BOVESPA

    122.937,87
    +1.057,05 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.371,98
    +152,72 (+0,31%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,58
    +0,31 (+0,47%)
     
  • OURO

    1.868,20
    +0,60 (+0,03%)
     
  • BTC-USD

    45.279,62
    +563,03 (+1,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.259,80
    +61,88 (+5,17%)
     
  • S&P500

    4.163,29
    -10,56 (-0,25%)
     
  • DOW JONES

    34.327,79
    -54,34 (-0,16%)
     
  • FTSE

    7.065,54
    +32,69 (+0,46%)
     
  • HANG SENG

    28.593,81
    +399,72 (+1,42%)
     
  • NIKKEI

    28.406,84
    +582,01 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    13.395,25
    +91,75 (+0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4398
    +0,0299 (+0,47%)
     

WhatsApp aprimora visualização de mídia em atualização para iPhones e iPads

Ramon de Souza
·1 minuto de leitura

Recentemente, o Canaltech noticiou que o WhatsApp estava realizando alguns experimentos em seu programa de testes do aplicativo oficial para iOS, otimizando a visualização de mídias compartilhadas dentro do chat para torná-las mais parecidas com aquilo que temos no rival Telegram — imagens inteiras, e não apenas um pequeno recorte quadrado delas. Pois bem: o software recebeu uma atualização nesta quinta-feira (15) e tal novidade finalmente está disponível para todos os usuários.

A compilação em questão possui o número 2.21.71 e, ao que tudo indica, as novas funcionalidades são exclusivas para o sistema operacional da Apple — não sabemos quando o Android receberá tais recursos. O maior aprimoramento foi, de fato, a visualização de fotos dentro dos bate-papos: a partir de agora, caso alguém te mande uma fotografia muito larga ou comprida, ela será exibida por inteiro sem a necessidade de tocar na mensagem para abri-la. Isso certamente acabará com certas “trollagens” que existiam.

<em>Imagem: Reprodução/9to5Mac</em>
Imagem: Reprodução/9to5Mac

Outra novidade bacana que estreia na versão 2.21.71 é a possibilidade de qualquer membro de uma conversa em grupo ativar as mensagens autodestrutivas para seu próprio dispositivo, desde que o administrador da sala tenha configurado a permissão para tal. Dessa forma, todos os recados recebidos são apagados automaticamente pelo aplicativo após sete dias; mas vale lembrar que mídias recebidas (incluindo vídeos, documentos e arquivos de áudio) continuam salvos na memória do smartphone.

Além disso, mensagens que foram favoritadas, encaminhadas ou salvas também não são deletadas, sendo necessário fazê-lo manualmente caso seja o caso. Novamente, embora a atualização já esteja disponível para dispositivos iOS, não há previsão para a chegada de tais funcionalidades no Android.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: