Mercado fechará em 2 h 10 min
  • BOVESPA

    108.316,46
    +379,35 (+0,35%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.443,46
    -447,13 (-0,88%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,69
    +1,38 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.847,20
    +5,50 (+0,30%)
     
  • BTC-USD

    36.913,29
    +2.838,76 (+8,33%)
     
  • CMC Crypto 200

    838,53
    +17,94 (+2,19%)
     
  • S&P500

    4.321,41
    -88,72 (-2,01%)
     
  • DOW JONES

    33.948,06
    -416,44 (-1,21%)
     
  • FTSE

    7.376,91
    +79,76 (+1,09%)
     
  • HANG SENG

    24.243,61
    -412,85 (-1,67%)
     
  • NIKKEI

    27.131,34
    -457,03 (-1,66%)
     
  • NASDAQ

    14.028,00
    -473,00 (-3,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1863
    -0,0424 (-0,68%)
     

WhatsApp se mantém como aplicativo mais popular no Brasil

·1 min de leitura
Apps WhatsApp, Instagram e Facebook
Instagram e Facebook aparecem em segundo e terceiro lugar, respectivamente

(STRF/STAR MAX/IPx)

  • WhatsApp se mantém como app mais usado no Brasil

  • Em seguida, aparecem Instagram e Facebook

  • No entanto, redes sociais da Meta encararam queda de popularidade

O WhatsApp continua como o aplicativo mais popular no Brasil, aponta uma pesquisa do Mobile Time em parceria com a Opinion Box. Cerca de 54% dos celulares baixaram o mensageiro, que mais consome tempo no dia a dia das pessoas.

Leia também:

Nos últimos seis meses, o WhatsApp também encarou um aumento de popularidade. Entre maio e novembro, subiu de 28% para 33% a quantidade de brasileiros que têm o aplicativo como o mais usado ao longo de 24 horas.

Instagram e Facebook continuam no topo

Em segundo lugar, aparece o Instagram, presente em 42% dos smartphones. No entanto, apresenta queda de três pontos em relação à última pesquisa, o que vai contra o crescimento contínuo desde 2020.

O Facebook, em terceiro lugar, também enfrenta a mesma situação. Em um ano, caiu de 43% para 37% a presença nos celulares brasileiros.

Para obter os dados, a pesquisa 'Panorama Mobile Time/Opinion Box – Uso de Apps no Brasil' entrevistou 2.036 brasileiros de 16 anos ou mais em novembro do ano passado. A margem de erro é de 2,1 pontos percentuais e o grau de confiança é de 95%.

Com informações do MSN

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos