Mercado fechará em 5 h 37 min
  • BOVESPA

    112.432,85
    +2.183,12 (+1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,05
    +478,92 (+0,94%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,70
    +1,21 (+1,72%)
     
  • OURO

    1.775,30
    -2,90 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    42.459,61
    -349,23 (-0,82%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.059,60
    +19,12 (+1,84%)
     
  • S&P500

    4.389,47
    +35,28 (+0,81%)
     
  • DOW JONES

    34.258,11
    +338,27 (+1,00%)
     
  • FTSE

    7.079,35
    +98,37 (+1,41%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.087,25
    +63,25 (+0,42%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1936
    +0,0145 (+0,23%)
     

WhatsApp permitirá apagar chats simultaneamente nos dispositivos

·1 minuto de leitura
Logo do WhatsApp sendo exibido na tela de um computador e de um celular
Aplicativo também anunciou recentemente portabilidade entre Android e iOS
(Lorenzo Di Cola/NurPhoto via Getty Images)
  • Mensageiro permitirá que chats sejam apagados de forma simultânea em todos os dispositivos 

  • Atualmente, é preciso excluir histórico de conversas em cada ponto de acesso

  • Versão está em fase de testes e pode ser adquirida por quem usa sistema Android

Com o objetivo de oferecer mais autonomia para os usuários, o WhatsApp está testando uma função que permitirá o apagamento de chats em vários dispositivos de forma simultânea. Atualmente, é necessário excluir o histórico de conversas de forma manual em cada ponto de acesso.

A versão está em fase de testes para quem usa o sistema Android e pode ser adquirida no Programa de Betas da Google Play Store. As informações são do site WABeta Info.

Leia também: 

O anúncio foi feito nesta quinta-feira, 9, e não deve demorar para que recurso chegue na App Store e em outras lojas oficiais.

Telegram tira sarro da concorrente

O WhatsApp também anunciou recentemente que usuários poderão migrar as conversas entre sistemas Android e iOS. Porém, a notícia foi motivo de deboche por parte do Telegram, que respondeu ao post da concorrente no Twitter com um gif escrito “em que ano estamos?”. 

Presente em 98% dos celulares, o WhatsApp é o aplicativo mais popular do país. O Telegram, no entanto, tem se beneficiado da nova política de privacidade da rival e viu o número de downloads dispararem no primeiro semestre deste ano, alcançando a marca de 1 bilhão de instalações. O mensageiro ocupa a quarta posição na preferência dos usuários.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos