Mercado fechará em 28 mins
  • BOVESPA

    110.751,54
    -158,07 (-0,14%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.681,51
    +507,45 (+1,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,33
    +2,13 (+2,72%)
     
  • OURO

    1.764,40
    +0,70 (+0,04%)
     
  • BTC-USD

    16.781,72
    +398,69 (+2,43%)
     
  • CMC Crypto 200

    398,27
    -2,43 (-0,61%)
     
  • S&P500

    3.974,09
    +16,46 (+0,42%)
     
  • DOW JONES

    33.866,56
    +14,03 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.573,05
    +61,05 (+0,81%)
     
  • HANG SENG

    18.597,23
    +392,55 (+2,16%)
     
  • NIKKEI

    27.968,99
    -58,85 (-0,21%)
     
  • NASDAQ

    11.556,00
    +31,25 (+0,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3999
    -0,0567 (-1,04%)
     

WhatsApp para computador poderá ter tela de bloqueio com senha

Versão web ou desktop do WhatsApp passará a ter a opção de ser bloqueado por senha (REUTERS/Dado Ruvic/Illustration)
Versão web ou desktop do WhatsApp passará a ter a opção de ser bloqueado por senha (REUTERS/Dado Ruvic/Illustration)
  • WhatsApp poderá implementar bloqueio para versão utilizada em computadores;

  • Usuário terá simplesmente que digitar uma senha toda vez que abrir o WhatsApp Web ou Desktop;

  • Ainda não há previsão para o recurso ser disponibilizado.

De acordo com o WABetaInfo, site especializado em informações do WhatsApp, a versão web ou desktop do aplicativo de conversas passará a ter a opção de ser bloqueado por senha. A novidade pode ser uma segurança a mais para quem costuma logar em computadores externos.

Segundo o portal Tecnoblog, "com esse recurso, o usuário terá simplesmente que digitar uma senha toda vez que abrir o WhatsApp Web ou Desktop. A senha definida pelo usuário é salva localmente. Isso significa que a combinação não funcionará se a sessão for encerrada ou em acessos a partir de outro computador".

Ainda não há previsão para o recurso ser disponibilizado.

Atualização polêmica

Depois de desativar o "online" e permitir sair de grupos sem ser notado, uma futura atualização, já em fase de testes, poderá permitir que mensagens que já foram enviadas sejam editadas.

De acordo com um relatório do WABetaInfo, usuários terão a opção de editar e atualizar uma mensagem mesmo após enviá-la. O novo recurso já estaria em desenvolvimento e atualmente, faz parte da versão 2.22.20.12 com o programa beta do Google Play.

A nova função é polêmica não só pelo fato de poder mudar todo o contexto de uma conversa com outra pessoa, mas por através dela ser possível, por exemplo, adulterar conteúdos que pudessem servir como provas judiciais.

O aplicativo de propriedade da Meta efetuará testes da função primeiramente com usuários beta. Ainda não há previsão de o recurso ser lançado.