Mercado fechado

Western Digital lança primeiro HDD de 26 TB e novos SSDs para data center

Durante conferência realizada nesta segunda-feira (9), a Western Digital apresentou algumas das inovações que trará ao mercado neste ano, começando pelo mercado de data center, com os novos Ultrastar DC HC570 e DC H670. Com até 26 TB de capacidade, os lançamentos são os primeiros HDDs a quebrar a barreira dos 20 TB. A empresa aproveitou a oportunidade e revelou ainda novos SSDs, com as inéditas memórias BiCS5 da companhia.

Western Digital lança primeiros HDDs de 22 TB e 26 TB

Destaque entre os lançamentos, os novos Ultrastar DC HC570 e DCH670 são os primeiros HDDs a quebrar a barreira dos 20 TB de capacidade. Destinados a data centers, ambos tiram proveito de otimizações na arquitetura de HDDs da Western Digital, começando pelo uso de 10 discos de armazenamento, em vez de 9 como na geração passada.

Enquanto o HC570 utiliza a técnica tradicional de gravação magnética, conhecida por CMR, o HC670 embarca outra novidade: o uso da gravação magnética de setores sobrepostos (SMR) em uma versão turbinada, a UltraSMR. Através do armazenamento de dados em setores mais densos, com informações sobrepostas, o SMR aumenta a capacidade significativamente, em cerca de 10%.

Os novos Ultrastar DC HC570 e HC670 da Western Digital são os primeiros HDDs do mundo a ultrapassar a barreira de 20 TB de capacidade (Imagem: Western Digital)
Os novos Ultrastar DC HC570 e HC670 da Western Digital são os primeiros HDDs do mundo a ultrapassar a barreira de 20 TB de capacidade (Imagem: Western Digital)

Com o UltraSMR, a companhia amplia ainda mais a densidade desses setores, oferecendo aumentos de 20% na capacidade total — avanço essencial para o modelo de 26 TB, que utiliza 10 discos de 2,6 TB cada. Para garantir então a integridade das informações, a Western Digital está utilizando um algoritmo aprimorado de correção de erros (ECC).

Ambos os modelos trazem cache OptiNAND, já presente nos modelos de 20 TB para aprimorar as velocidades de transferência de leituras randômicas (IOPS), mas agora com uma adição importante: o ArmorCache. O recurso tira proveito da capacidade de manter dados mesmo quando não há energia da OptiNAND para salvar as informações que não chegaram a ser gravados nos discos, garantindo uma espécie de backup quando ocorrerem quedas de energia.

Outros modelos, como o WD Red Pro, o WD Purple Pro e o WD Gold Pro receberão as melhorias do HC570 parar atingir os 22 TB de capacidade (Imagem: Western Digital)
Outros modelos, como o WD Red Pro, o WD Purple Pro e o WD Gold Pro receberão as melhorias do HC570 parar atingir os 22 TB de capacidade (Imagem: Western Digital)

A empresa ainda destacou como pretende manter o uso da tecnologia de ePMR, método que combina a gravação tradicional com geração de campo magnético para reduzir a vibração da agulha, para superar a barreira dos 30 TB futuramente, ainda que tenha garantido que manterá o desenvolvimento da gravação magnética assistida por aquecimento (HAMR), mais avançada e foco de rivais como a Toshiba — a WD afirma que as tecnologias serão complementares.

SSDs trazem novas memórias BiCS5

Ainda durante a apresentação, a fabricante revelou uma nova família de SSDs para data centers, a linha Ultrastar DC SN650, disponível em formatos de 2,5 polegadas e réguas E1.L. Além de múltiplos aprimoramentos focados em virtualização e Inteligência Artificial, e da capacidade de até 15,36 TB, os SSDs se destacam pela adoção das memórias NAND 3D BiCS5 de nova geração da Western Digital, no padrão TLC e utilizando barramento PCIe 4.0.

Equipados com as novas memórias BiCS5, no padrão TLC, os SSDs Ultrastar DC SN650 da Western Digital prometem maior capacidade e agilidade para virtualização e IA (Imagem: Western Digital)
Equipados com as novas memórias BiCS5, no padrão TLC, os SSDs Ultrastar DC SN650 da Western Digital prometem maior capacidade e agilidade para virtualização e IA (Imagem: Western Digital)

Unidas a um controlador e firmware customizados, essas memórias prometem ampliar o número máximo de máquinas virtuais suportadas por SSD, lidar com conjuntos de informações maiores para análise de dados, IA e Machine Learning, ao mesmo tempo em que oferecem menor latência e taxas de transferência mais altas, que não chegaram a ser anunciadas pela companhia.

Os SSDs adotam a tecnologia de Zoned Storage, desenvolvida em parceria com a Samsung para aumentar capacidade e durabilidade dos discos, enquanto reduz a complexidade e os custos doo gerenciamento de dados (Imagem: Western Digital)
Os SSDs adotam a tecnologia de Zoned Storage, desenvolvida em parceria com a Samsung para aumentar capacidade e durabilidade dos discos, enquanto reduz a complexidade e os custos doo gerenciamento de dados (Imagem: Western Digital)

Todos os modelos integram o padrão aberto de Zoned Storage, desenvolvido em parceria com a Samsung, utilizando assim a organização de dados no formato de Zoned Namespaces (ZNS). Como o nome sugere, esse formato armazena as informações em zonas, simplificando a arquitetura dos discos e reduzindo a complexidade do gerenciamento dos dados, enquanto aumenta a capacidade, reduz custos e aumenta a durabilidade.

Preço e disponibilidade

Por serem destinados ao mercado de data centers, preços não foram anunciados. As disponibilidades também variam: ambos já começaram a ser testados por parceiros selecionados, mas o Ultrastar DC HC570 começará a ser amplamente disponibilizado aos hyperscalers neste mês, enquanto o Ultrastar DC HC670 deve começar a ser comercializado no verão norte-americano, entre junho e setembro.

Outros modelos CMR da marca disponíveis para compra, como o WD Red Pro para servidores locais (NAS), WD Purple Pro para equipamentos de monitoramento de vídeo e WD Gold Pro para empresas adotarão as mesmas tecnologias do Ultrastar DC HC570, incluindo o uso de 10 discos e de cache OptiNAND, para receber modelos de 22 TB, mas preços não foram anunciados.

Por fim, os SSDs da família Ultrastar DC SN650 já estão em fase de testes em clientes selecionados, e devem ser amplamente disponibilizados no mercado na segunda metade de 2022.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos