Mercado fechado

Weintraub compara PT à praga do Egito: 'não ia nem sobrar Nilo'

Ministro comparou PT à praga do Egito. (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, comparou o Partido dos Trabalhadores a uma praga do Egito. A fala de Weintraub ocorreu durante uma entrevista ao programa Jornal da Manha, da Rádio Jovem Pan, concedida na segunda-feira (4), e compartilhada pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) em sua conta no Twitter nesta terça (5).

No vídeo postado pelo parlamentar, Weintraub responde a uma questão a respeito do projeto para digitalizar a aplicação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), que teve seu primeiro dia de prova realizado neste domingo (3).

Leia também

“A gente já até anunciou o Enem digital. Isso começa a ser aplicado no próximo ano. São 5 milhões de pessoas que fazem o Enem por ano e a gente vai começar com um piloto de, pelo menos, 1%. Voluntários, só as pessoas que quiserem. (...) É mais barato, mais seguro, mais prático. Não tem o problema do jovem perder o horário, o ano inteiro porque teve um piriri no dia ou o ônibus atrasou", detalhou o ministro.

No complemento da resposta, o ministro disparou contra o partido dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.

“A razão que demorou tantos anos pra gente fazer essa migração (do Enem físico para o Enem digital), eu atribuo 100% ao PT. E olha, deem graças a Deus viu. Se tivesse o PT na época do Egito, ia ter uma praga. ‘Eu vos enviarei o PT para vos governar por 16 anos’, não ia nem sobrar Nilo no Egito”.

Assista:

A publicação de Eduardo traz uma comparação entre a aplicação das provas do Enem nas gestões petistas com a deste primeiro final de semana, sob a tutela do presidente Jair Bolsonaro.

O filho do presidente aproveitou ainda para cutucar o adversário de seu pai no segundo turno das eleições presidenciais de 2018, Fernando Haddad (PT), que ocupou o cargo de Ministro da Educação de 2005 a 2012.