Mercado fechará em 2 h 52 min
  • BOVESPA

    107.611,35
    -1.330,33 (-1,22%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.515,41
    -1.083,97 (-2,10%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,13
    -2,01 (-2,36%)
     
  • OURO

    1.834,70
    +2,90 (+0,16%)
     
  • BTC-USD

    34.081,47
    -1.245,78 (-3,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    778,69
    -31,91 (-3,94%)
     
  • S&P500

    4.287,42
    -110,52 (-2,51%)
     
  • DOW JONES

    33.578,18
    -687,19 (-2,01%)
     
  • FTSE

    7.317,75
    -176,38 (-2,35%)
     
  • HANG SENG

    24.656,46
    -309,09 (-1,24%)
     
  • NIKKEI

    27.588,37
    +66,11 (+0,24%)
     
  • NASDAQ

    14.120,75
    -305,75 (-2,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2236
    +0,0336 (+0,54%)
     

Wear OS pode melhorar experiência de canhotos com smartwatches

·2 min de leitura

Uma atualização do Wear OS, o sistema operacional do Google para relógios inteligentes, pode melhorar a usabilidade dos smartwatches por quem é canhoto. A principal novidade seria a adição de um recurso que permite girar a tela em 180 graus, assim dá para controlar as funções com a mão invertida sem dificuldade.

Os futuros acessórios devem ser aprimorados para corrigir essa falha, conforme consta em uma atualização do Google Issue Tracker. É fato que o software desses relógios eram pensados para os destros, por isso quem faz atividades com a mão esquerda pode ter dificuldade em lidar com os comandos na tela.

O usuário do Wear OS poderá trocar o relógio do pulso esquerdo para o direito (Imagem: Blas/Envato Elements)
O usuário do Wear OS poderá trocar o relógio do pulso esquerdo para o direito (Imagem: Blas/Envato Elements)

Com a mudança, a pessoa poderá usar o relógio no pulso direito, mas de cabeça para baixo. Dessa forma, os botões que ficam posicionados no lado direito ficariam na esquerda para facilitar o alcance dos dedos.

Essa é uma reclamação antiga dos proprietários e está em desenvolvimento desde 2018, quando surgiram os primeiros relatos e o sistema ainda era chamado de Android Wear. Na verdade, a ideia teria sido dada por um usuário incomodado com o fato de não conseguir mexer direito nos botões laterais.

Canhotos poderão usar smartwatch com mais facilidade

Trata-se de uma boa e uma má notícia ao mesmo tempo: quem já tem um aparelho precisará mudar (e gastar dinheiro, pois não são dispositivos baratos), mas terá a certeza que utilizará um relógio ajustado à sua necessidade. A solução temporária é usar alguns apps que fazem a função no método da gambiarra, como o programa Lefty.

Não está claro quando a novidade deve chegar, mas os desenvolvedores do Google marcaram como um recurso para "futuros novos dispositivos", o que sugere que isso pode não ser uma mera atualização para relógios já existentes. Pelo que parece, girar a tela em smartwatches pode ser um processo mais complicado do que parece, portanto é necessário aguardar mais informações concretas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos