Mercado abrirá em 1 h 31 min
  • BOVESPA

    106.373,87
    -553,92 (-0,52%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.973,27
    +228,35 (+0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    85,18
    +1,36 (+1,62%)
     
  • OURO

    1.809,20
    -7,30 (-0,40%)
     
  • BTC-USD

    41.940,02
    -852,28 (-1,99%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.003,32
    -22,41 (-2,18%)
     
  • S&P500

    4.662,85
    +3,82 (+0,08%)
     
  • DOW JONES

    35.911,81
    -201,79 (-0,56%)
     
  • FTSE

    7.547,35
    -63,88 (-0,84%)
     
  • HANG SENG

    24.112,78
    -105,25 (-0,43%)
     
  • NIKKEI

    28.257,25
    -76,27 (-0,27%)
     
  • NASDAQ

    15.318,75
    -277,00 (-1,78%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2938
    0,0000 (0,00%)
     

Waze ou Google Maps: qual o melhor app para GPS?

·8 min de leitura

Waze e Google Maps são aplicativos de navegação GPS muito populares em trajetos de carro, transporte público ou a pé. Ambos permitem fazer buscas antes de iniciar uma nova viagem, consultar o trânsito em regiões específicas e encontrar pontos de interesse em mapas digitais.

Apesar de serem controlados pela mesma empresa (o Google comprou o Waze em 2013), os aplicativos possuem suas respectivas vantagens e desvantagens. O Canaltech listou as principais características de cada serviço para você decidir se vale mais a pena usar o Waze ou Google Maps. Acompanhe a seguir.

1. Compatibilidade

Waze e Google Maps funcionam em praticamente todos os dispositivos compatíveis com Android e iOS, mesmo em versões mais antigas de ambos os sistemas. Os serviços ainda podem ser acessados no painel de carros com Android Auto e Apple CarPlay. Também estão disponíveis via navegador web no PC, embora a navegação seja melhor pela tela do celular.

Vencedor: empate. Por estarem nas mesmas plataformas, Waze e Google Maps empatam nesta categoria. Sem contar que os dois estão traduzidos para o português do Brasil.

Waze ou Google Maps: aplicativos possuem versões para aparelhos Android e iPhone (Captura de tela: Caio Carvalho)
Waze ou Google Maps: aplicativos possuem versões para aparelhos Android e iPhone (Captura de tela: Caio Carvalho)

2. Interface

O Waze tem um conjunto de funções ligeiramente mais enxuto que o Google Maps, e isso se reflete na interface do aplicativo, que por sua vez é mais simples. Como o objetivo do Waze é ajudar motoristas a chegarem ao destino no menor período de tempo, não tem muito o que inventar. Essa é uma ótima característica, pois torna a visualização menos confusa.

Em contrapartida, o Google Maps engloba muito mais elementos além da simples navegação do ponto A até o ponto B, com destaque para recomendações de locais nas proximidades até o fim do trajeto. Com tanta coisa acontecendo, às vezes o Maps pode passar a impressão de estar poluindo a tela com muitas informações, mesmo que elas sejam úteis.

Vencedor: Waze. No geral, ambos os aplicativos têm interfaces de fácil compreensão e utilização. Contudo, o Waze prioriza somente aquilo que importa enquanto você está dirigindo.

Waze (à direita) e Google Maps (à esquerda) possuem interfaces semelhantes (Captura de tela: Caio Carvalho)
Waze (à direita) e Google Maps (à esquerda) possuem interfaces semelhantes (Captura de tela: Caio Carvalho)

3. Mapas e navegação

Tanto Waze quanto Google Maps agrupam uma infinidade de mapas para que você pesquise trajetos e visualize o caminho em um mapa interativo. Você digita um endereço, o aplicativo traça uma rota e basta seguir por aquele percurso. Dificilmente os apps não terão um local em sua base de dados, já que tem mapa para praticamente qualquer lugar que você for buscar.

As coisas mudam de um app para o outro quando levamos em consideração a abrangência de cada serviço. O Google Maps, por estar embutido em outros serviços do Google, visa atender mais pessoas ao mesmo tempo. Então, não importa se você está de carro, a pé, ônibus ou motocicleta: sempre haverá um percurso pensado para cada uma dessas opções.

O Waze, por sua vez, também oferece algumas dessas possibilidades, mas sua concepção é baseada primariamente em motoristas que estejam de carro ou moto. Isso porque o Waze calcula as rotas em tempo real e analisa as melhores condições durante todo o trajeto, para que você chegue ao seu destino o mais rápido possível.

Vencedor: Waze. Como o foco deste comparativo é na navegação GPS, o Waze leva a melhor porque seu sistema de rotas prioriza caminhos mais curtos e pode recalcular trajetos sem interferência do usuário.

Navegação no Waze ou Google Maps: apps se baseiam na localização atual (Captura de tela: Caio Carvalho)
Navegação no Waze ou Google Maps: apps se baseiam na localização atual (Captura de tela: Caio Carvalho)

4. Transporte público e outros veículos

O Waze tem como público alvo motoristas de carros e motocicletas. Portanto, a não ser que você esteja no banco do passageiro, qualquer percurso via ônibus, metrô e outros transportes, o mais indicado é recorrer ao Google Maps. Dá até para visualizar trajetos se você estiver caminhando ou andando de bicicleta.

O Maps também mostra horários atualizados sobre linhas de ônibus, trens e metrô, além de mesclar rotas a pé, de transporte público, carro, entre outros meios de locomoção.

Vencedor: Google Maps. O serviço do Google é bem mais completo na definição de rotas em mais de um tipo de transporte, seja ele carro próprio, público, carro por aplicativo (Uber, 99), bicicleta ou a pé.

Google Maps traz mais opções de transporte, incluindo carro, moto, ônibus e trem (Captura de tela: Caio Carvalho)
Google Maps traz mais opções de transporte, incluindo carro, moto, ônibus e trem (Captura de tela: Caio Carvalho)

5. Alertas e publicidade

Waze e Google Maps possuem formas parecidas de alertar os motoristas sobre pontos de interesse durante um trajeto. Por exemplo, os apps avisam com metros de antecedência sobre radares de velocidade à frente. Se um posto de gasolina estiver próximo, as ferramentas mostram aquele local como uma sugestão caso você precise abastecer o carro.

O mesmo não se pode dizer da publicidade. Neste sentido, o Waze não é nada discreto, e anúncios indesejados aparecem sem aviso prévio. Os banners desaparecem segundos depois a exibição, mas podem facilmente distrair o motorista, ainda mais porque ocupam uma parte considerável da tela, principalmente se o seu celular tiver um display menor.

Vencedor: Google Maps. Os anúncios no Maps são bem menos intrusivos do que no Waze, e às vezes você nem percebe que eles estão lá, já que são apresentados como sugestões de locais por perto.

Waze e Google Maps exibem alertas e anúncios durante os trajetos (Captura de tela: Caio Carvalho)
Waze e Google Maps exibem alertas e anúncios durante os trajetos (Captura de tela: Caio Carvalho)

6. Dados e colaboração

Por serem aplicativos de navegação GPS, Waze e Google Maps usam grandes quantidades de dados no celular. Você pode autorizar o acesso somente durante o uso do app, tanto no Android quanto no iPhone (iOS).

Parte desse uso excessivo de informações está no fato de que ambos os aplicativos ganham a ajuda dos próprios usuários, que podem fornecer dados mais recentes que eles encontram no percurso. Com mais gente colaborando com a mesma informação, as empresas conseguem atualizar mais rapidamente o que está acontecendo na pista. Assim, surgem alternativas para escapar do trânsito, seja por causa de um acidente, obras e outros obstáculos.

A diferença é que, enquanto o Waze trabalha mais com dados do dia atual, o Google Maps consegue fazer comparações do trânsito na região a partir do histórico de pesquisa e viagens do usuário. Então, se você costuma fazer o mesmo trajeto todos os dias, o Maps fornece um panorama mais preciso e completo do que você poderá encontrar no caminho.

Vencedor: Google Maps. O histórico do Google é a principal vantagem do Maps nesta categoria, uma vez que o aplicativo vai aprendendo suas rotas e sugerindo melhores alternativas.

Waze permite criação de alertas em tempo real, mas Google Maps guarda melhor o histórico de dados (Captura de tela: Caio Carvalho)
Waze permite criação de alertas em tempo real, mas Google Maps guarda melhor o histórico de dados (Captura de tela: Caio Carvalho)

7. Navegação offline

Outra diferença entre Waze e Google Maps é que somente o Maps permite salvar trajetos e mapas inteiros para consulta offline. O Waze até tem um truque que soluciona parcialmente essa questão, mas não se trata de um recurso nativo do app.

Vencedor: Google Maps. O Waze ainda não tem uma função nativa para salvar trajetos sem conexão com a internet, então o Maps ganha nesse quesito.

Waze e Google Maps têm opção para salvar lugares, mas somente o Maps salva mapas offline (Captura de tela: Caio Carvalho)
Waze e Google Maps têm opção para salvar lugares, mas somente o Maps salva mapas offline (Captura de tela: Caio Carvalho)

8. Customização e outros recursos

Ambos os serviços possuem compatibilidade com comandos de voz, sem precisar usar as mãos para navegar pelos aplicativos. As duas plataformas também contam com abas dedicadas a descobrir pontos de interesse próximos à sua localização atual ou do seu destino. Você pode pesquisar por filtros e categorias, incluindo parques, supermercados, shoppings, entre outras.

Um diferencial do Google Maps é o recurso de Street View, que fica dentro do próprio app. Ao usar a função, você visualiza imagens reais do local pesquisado, podendo navegar por ruas e até espaços internos fotografados pela equipe do Google. Se preferir, tem até opção para deixar o mapa no estilo de satélite ou relevo.

Do lado da customização, o Waze tem uma pequena vantagem porque tem mais opções para deixar o aplicativo do jeito que você quiser. Há mais ícones para carros e você ainda pode definir “reações" que ficarão visíveis para outros motoristas que usam o app. De tempos em tempos, o Waze também entra na brincadeira e disponibiliza vozes temáticas, como do Batman, Scooby-Doo ou do ex-BBB Gil do Vigor.

Vencedor: empate. Apesar de as customizações não mexerem na navegação GPS dos apps, o Waze leva a vantagem por ter uma gama mais completa de opções. Por outro lado, o recurso de Street View do Google Maps é um dos grandes atrativos do serviço e que não tem no Waze.

É possível customizar e usar outros recursos no Waze ou Google Maps (Captura de tela: Caio Carvalho)
É possível customizar e usar outros recursos no Waze ou Google Maps (Captura de tela: Caio Carvalho)

Waze ou Google Maps: qual o melhor?

Somando o nosso placar comparativo, eis que o Google Maps ganha de 4 pontos a 2 do Waze. Isso sem contar os tópicos “Compatibilidade" e “Customização e outros recursos”, em que os dois aplicativos saíram empatados.

O Waze tem como diferencial o foco nos motoristas de carros e motocicletas, sendo o mais indicado se você quer algo mais simples e exclusivo para os trajetos mais rápidos. A interface tem os aspectos de uma rede social, e por isso pode soar familiar para a maioria dos usuários.

Já o Google Maps abrange um número maior de recursos que atendem não somente os motoristas, mas também os pedestres que andam a pé, usam transporte público ou vão de bicicleta. Por se tratar de um serviço do Google, as informações tendem a vir mais completas.

Portanto, se for para escolher Waze ou Google Maps, sugerimos que você use o Waze caso esteja de carro ou moto, pois ele sempre vai mostrar e se adaptar ao caminho mais rápido para chegar ao destino. O Maps fica para todos os outros percursos, sejam eles a pé, de ônibus, bicicleta, trem ou metrô.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos