Mercado fechado

Waze disponibiliza diferença média de quilômetros percorridos pré e pós pandemia

Rafael Arbulu

O aplicativo de navegação Waze disponibilizou publicamente a variação média de quilômetros rodados pelos seus usuários em períodos anteriores e posteriores à pandemia da COVID-19. As informações coletadas datam de 11 a 25 de fevereiro — período anterior ao impacto do novo coronavírus (SARS-CoV-2) no Brasil — comparando-os com o momento atual do mundo.

A página já está disponível e conta com diversos recursos que devem interessar aos analistas de plantão: é possível refinar a busca dos dados pelo uso de filtros como cidades e estados, estendendo-se, em certos graus, até mesmo a alguns países. Ademais, as informações podem ser condensadas em um relatório que pode ser obtido via download e há até mesmo a opção de gerar gráficos para comparações mais aprofundadas, com cada gráfico comportando até cinco localizações simultâneas.

O conhecido app de navegação e GPS Waze compilou dados de trânsito para fins de comparação do período anterior à pandemia e o atual (Captura de Imagem: Ariane Velasco/Canaltech)

“Essa disponibilização pública dos dados tem como objetivo facilitar o entendimento da mobilidade urbana por todas as partes interessadas para melhores tomadas de decisão”, disse a empresa em comunicado veiculado à imprensa.

O painel tem caráter global, contemplando as maiores metrópoles do mundo. No Brasil, foram incluídas as cidades de Recife, Salvador, Fortaleza, São Paulo, Guarulhos, Brasília, Vitória, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre e Florianópolis, totalizando uma dúzia de localizações brasileiras onde o Waze possui maior abrangência.

Em um teste da ferramenta, o Canaltech aferiu, por exemplo, que a cidade de São Paulo teve um pico no volume de pessoas dirigindo pela cidade (28% acima da média) no dia 9 de março, ao passo que em 22 do mesmo mês, houve uma queda de quase 70% em relação à média de uso do aplicativo. Já em 13 de junho, último sábado, o volume percentual estava em 0%, ou seja, retomamos neste dia a média normal — provavelmente um reflexo da flexibilização da quarentena na cidade e a reabertura parcial do comércio, promovida pelo governo na última semana.

(Captura de Imagem: Rafael Arbulu/Canaltech)
(Captura de Imagem: Rafael Arbulu/Canaltech)
(Captura de Imagem: Rafael Arbulu/Canaltech)

É possível também comparar duas ou mais cidades, a fim de traçar comparativos entre práticas adotadas em duas localidades diferentes e, junto de outras informações de outras fontes, aferir a eficácia de políticas públicas em resposta à pandemia.

O painel pode ser acessado dentro do site do próprio Waze.

Fonte: Canaltech