Mercado abrirá em 8 h 20 min
  • BOVESPA

    116.134,46
    +6.097,67 (+5,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.429,75
    +802,95 (+1,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,82
    +0,19 (+0,23%)
     
  • OURO

    1.708,20
    +6,20 (+0,36%)
     
  • BTC-USD

    19.612,86
    +498,41 (+2,61%)
     
  • CMC Crypto 200

    446,35
    +11,00 (+2,53%)
     
  • S&P500

    3.678,43
    +92,81 (+2,59%)
     
  • DOW JONES

    29.490,89
    +765,38 (+2,66%)
     
  • FTSE

    6.908,76
    +14,95 (+0,22%)
     
  • HANG SENG

    17.079,51
    -143,32 (-0,83%)
     
  • NIKKEI

    26.958,74
    +742,95 (+2,83%)
     
  • NASDAQ

    11.398,25
    +112,50 (+1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0759
    +0,0020 (+0,04%)
     

Waze Carpool tem fim anunciado

O aplicativo Waze encerrou sua ferramenta de “carona solidária” no app. No ar há praticamente seis anos, a funcionalidade Carpool permitia que usuários oferecessem carona para outros usuários que pretendiam percorrer trajeto semelhante por um preço padrão.

Segundo a plataforma, que é atualmente de propriedade do Google, a decisão se dá pela mudança nos hábitos de deslocamento causadas pela pandemia de covid-19. “Enquanto o Waze era predominantemente um aplicativo de deslocamento pré-covid, hoje a proporção de recados e viagens ultrapassou os deslocamentos”, explicou a empresa ao site The Verge.

A função de carona do Waze foi lançada em 2016 e estava disponível no Brasil (Imagem: Canaltech/Felipe Freitas)
A função de carona do Waze foi lançada em 2016 e estava disponível no Brasil (Imagem: Canaltech/Felipe Freitas)

“Isso significa que temos a oportunidade de encontrar maneiras ainda mais impactantes de reunir uma comunidade global para compartilhar insights em tempo real e ajudar uns aos outros a superar o tráfego — isso é o que sempre tornou o Waze realmente especial”, completou a companhia.

Waze Carpool

O serviço de caronas solidárias do Waze foi lançado em 2016 na Área da baía de São Francisco, uma região da Califórnia, nos Estados Unidos. Com o tempo, a funcionalidade foi expandida para outros 50 países, incluindo o Brasil. Em 2018, as caronas solidárias ganharam um aplicativo próprio separado do Waze.

A proposta inicial da plataforma era promover a adoção de caronas pela cidade para reduzir o número de carros ocupados somente pelo motorista — ideia que, em teoria, é bastante coerente. De quebra, o aplicativo seria ainda mais completo em ferramentas, ao mesmo tempo que serviria como método de deslocamento semelhante ao Uber, mas sem a intenção de ser uma fonte de renda para os usuários.

Além disso, a empresa não pretendia gerar receita com as caronas no app — era somente um "extra". Contudo, a empresa fechou parcerias com grandes companhias e escritórios para incentivar a adoção do serviço.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: