Mercado abrirá em 1 h 46 min

Coronavírus: como Warren Buffett reage à crise econômica

Finanças Internacional
·3 minutos de leitura

Não é tão ruim quanto foi em 2008 ou em 1987.

Foi o que Warren Buffett disse sobre o atual coronavírus e o tumulto no mercado de petróleo.

"Se você viver nesse setor por tempo suficiente, verá de tudo acontecer no mercado", disse Buffett. "E pode ter me levado 89 anos para obter essa experiência, mas os mercados, se precisam manter seu capital aberto, reagem às notícias em grande escala."

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Em uma entrevista ao diretor executivo da Berkshire Hathaway (BRK-A, BRK-B), em sua sede em Omaha, na terça-feira, Buffett chamou o recente choque no mercado de “um golpe duplo” com o coronavírus e a queda nos preços do petróleo, mas indicou que a queda de outubro de 1987, que ele chamou de "pânico financeiro", foi pior.

Leia também

Quanto ao colapso do mercado no outono de 2008, ele disse que "foi muito mais assustador do que tudo o que aconteceu ontem [segunda-feira desta semana]".

Entre as muitas coisas que deram errado durante a crise financeira de 2008, as contas do mercado monetário subitamente pareceram muito mais arriscadas do que se supunha ser. Um fundo massivo do mercado monetário "quebrou o dólar", significando que os clientes estavam subitamente perdendo valores em suas contas.

“Você tinha 35 milhões de pessoas, em 1º de setembro, que não estavam preocupadas com os seus investimentos no mercado monetário. Em 15 ou 16 de setembro, todos entraram em pânico", Buffett relembra.

"Você literalmente tinha $3,5 trilhões em contas no mercado que as pessoas consideravam o equivalente a dinheiro vivo ou a um depósito bancário", acrescentou. "Isso equivalia a metade do valor de todos os depósitos bancários segurados no país, mas estes não estavam segurados".

"Literalmente, lembro porque todos os meus amigos tinham contas no mercado monetário", comentou. "Eu não tinha. Mas eu estava em.... uma festa de aniversário, e esse era o principal tópico da conversa. De repente, eu me tornei muito popular. Eu era como um herói do esporte ou algo assim por um período muito breve.”

Buffett creditou o então secretário do Tesouro, Hank Paulson, por aplicar medidas extraordinárias para impedir um desastre maior nos mercados de financiamento de curto prazo.

"Tudo havia parado. E isso foi, de longe, muito mais assustador do que tudo o que aconteceu [nessa segunda-feira]”, ele disse.

Warren Buffett reage ao tumulto no mercado de ações e queda de petróleo, em meio ao surto de coronavírus
Warren Buffett. (Yahoo Finanças)

A volatilidade do mercado explodiu nas últimas semanas com a propagação do COVID-19. O S&P 500 (^ GSPC) caiu 19,4%, desde a alta de 19 de fevereiro de 3.393,52 até sua baixa de 9 de março de 2.734,43, o índice preço/lucro caiu acentuadamente.

As coisas realmente pioraram na segunda-feira, com os principais índices caindo 7% em um único dia. A Média Industrial Dow Jones (^ DJI) caiu 2.013 pontos ou 7,8%.

Andy Serwer

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.