Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.380,49
    -948,50 (-0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.683,55
    -126,66 (-0,28%)
     
  • PETROLEO CRU

    51,98
    -1,15 (-2,16%)
     
  • OURO

    1.855,50
    -10,40 (-0,56%)
     
  • BTC-USD

    31.804,06
    +6,59 (+0,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    651,44
    +41,45 (+6,79%)
     
  • S&P500

    3.841,47
    -11,60 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    30.996,98
    -179,03 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.695,07
    -20,35 (-0,30%)
     
  • HANG SENG

    29.447,85
    -479,91 (-1,60%)
     
  • NIKKEI

    28.631,45
    -125,41 (-0,44%)
     
  • NASDAQ

    13.355,25
    -40,25 (-0,30%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6542
    +0,1458 (+2,24%)
     

Warner garante pagamento a cineastas por filmes na HBO Max

Lucas Shaw e Kelly Gilblom
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A Warner Bros. criou um plano para compensar cineastas durante a pandemia: tratar cada filme como um sucesso de bilheteria.

Depois de chocar Hollywood com a decisão de estrear todos seus novos filmes na HBO Max neste ano, o estúdio ajustou os termos dos acordos com parceiros para garantir o pagamento independentemente da bilheteria e aumentar as chances de bônus baseados em desempenho. A Warner Bros também pagará a um grupo maior do elenco e da equipe técnica com base nas taxas que recebe da HBO Max, de acordo com pessoas com conhecimento dos planos do estúdio.

A empresa está perto de resolver disputas com muitas partes, disseram as pessoas, que pediram para não serem identificadas. Detalhes de alguns acordos já começaram a aparecer. Segundo reportagem da Hollywood Reporter, a Warner Bros. está prestes a fechar um acordo com a Legendary Entertainment sobre o filme “Godzilla vs. Kong”.

Os acordos são um sinal dos tempos turbulentos da pandemia. A maioria dos cinemas está fechada por causa do coronavírus, levando estúdios a veicularem seus filmes online. Mas seus contratos de pagamento com parceiros geralmente dependem muito do sucesso das telas de cinema, um sistema que muitos em Hollywood querem proteger, porque os enriqueceu.

A Warner Bros. planeja lançar 17 filmes em 2021, incluindo “Duna”, “Em um Bairro de Nova York” e sequências de “Matrix” e “Space Jam: O Jogo do Século”. Os filmes serão lançados nos cinemas e na HBO Max ao mesmo tempo, embora serão exibidos exclusivamente nos cinemas em muitos territórios ao redor do mundo. Os filmes serão exibidos na HBO Max por 31 dias, mas podem permanecer nos cinemas por muito tempo.

A HBO Max pagará à Warner Bros. uma taxa pela janela de 31 dias, e o dinheiro será dividido não apenas com os que participam do lucro, mas também com o elenco e a equipe. Ambas as empresas fazem parte da WarnerMedia, da AT&T Inc., administrada pelo veterano de streaming Jason Kilar.

“A HBO Max está pagando uma taxa considerável pela capacidade de exibir esses filmes”, disse Kilar em entrevista no mês passado.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.