Mercado fechado

Wandinha | 5 referências ao escritor Edgar Allan Poe na série da Netflix

Consagrada como um dos principais acertos da Netflix em 2022, Wandinha, de Tim Burton, conquistou a audiência e a crítica especializada com sua narrativa que mescla humor ácido com uma pitada de morbidez. Além de um texto bem escrito e de uma boa atuação do elenco, especialmente de Jenna Ortega, a série trouxe diferentes referências literárias.

Entre os autores citados está Edgar Allan Poe, um poeta estadunidense, nascido em 1809, em Boston, que participou do movimento romântico literário dos Estados Unidos e se consagrou pelo seu estilo gótico.

Suas principais obras incluem O Poço e o Pêndulo, O Corvo, O Coração Revelador, O Gato Preto, A Queda da Casa de Usher, entre outros.

Na série da gigante do streaming, é possível encontrar alusão às diferentes obras do autor, em momentos distintos. Pensando nisso, o Canaltech listou cinco referências a Edgar Allan Poe em Wandinha que você pode não ter percebido.

5. Nome da escola

O nome da Escola Nunca Mais foi inspirado no poema O Corvo. (Imagem:Reprodução/Netflix)
O nome da Escola Nunca Mais foi inspirado no poema O Corvo. (Imagem:Reprodução/Netflix)

A referência mais óbvia ao autor gótico é o próprio nome da Escola Nunca Mais, ou Never More Academy, como é conhecida em inglês. O nome do local onde Wandinha e seus amigos estudam é derivado do poema O Corvo, publicado em 1845. Nas estrofes, o pássaro do poema repete inúmeras vezes a palavra "nevermore".

Vale lembrar que a escola é tão importante na série que quase se tornou uma personagem. A Netflix, inclusive, lançou um site no qual disponibiliza curiosidades interessantes sobre o local. Se você quiser conferir, basta acessar escolanuncamais.com.br.

4. Ex-aluno ilustre

Por falar no colégio, a série de Tim Burton colocou Edgar Allan Poe como um dos ex-alunos mais ilustres do local. De acordo com a produção, a Escola Nunca Mais é centenária, e por ela passaram diversos estudantes, como a própria Mortícia (mãe de Wandinha), o Primo Coisa e Poe. No mural de ex-alunos, está a seguinte mensagem:

"O mestre do macabro é o ex-aluno mais famoso da Escola Nunca Mais. O tempo que ele passou conosco alimentou sua loucura e inspirou suas obras literárias mais mórbidas."

3. A estátua

A estátua, atrás de Wandinha, foi a peça-chave para que ela descobrisse a sociedade secreta. (Imagem:Reprodução/Netflix)
A estátua, atrás de Wandinha, foi a peça-chave para que ela descobrisse a sociedade secreta. (Imagem:Reprodução/Netflix)

Não é só o mural de ex-alunos que faz uma homenagem à Allan Poe, há também uma estátua do autor que enfeita um corredor do local. Carregando um sorriso cínico, a obra de arte é a chave para que Wandinha descubra uma sociedade secreta que existe há anos na Nevermore e da qual sua mãe fez parte.

E vale lembrar que além da estátua carregar um corvo nos ombros (mais uma referência ao famoso poema de Poe), outras esculturas do animal estão espalhadas pelo lugar, como na fachada da entrada, por exemplo.

2. A sociedade secreta

A sereia Bianca é uma das integrantes do sociedade Nightshade. (Imagem:Reprodução/Netflix)
A sereia Bianca é uma das integrantes do sociedade Nightshade. (Imagem:Reprodução/Netflix)

Já que falamos sobre a sociedade secreta, na série, aprotagonista descobre a Nightshade, uma reunião particular de ex-alunos ilustres que existe há anos. Com seu humor ácido, ela despreza o grupo e tudo que ele representa, mas conta com a ajuda de alguns integrantes, como a sereia Bianca, para derrotar o monstro que aterroriza a cidade.

O nome da sociedade também é inspirado em um poema de Allan Poe, mas nesse caso em "Morella", que conta sobre uma mulher doente de quem o marido desejava a morte.

1. A Copa Poe

A Copa Poe é outra referência explícita ao autor gótico. (Imagem:Reprodução/Netflix)
A Copa Poe é outra referência explícita ao autor gótico. (Imagem:Reprodução/Netflix)

O torneio de barcos, chamado Copa Poe, é outra referência óbvia ao poeta gótico. Mas, não é só o nome da disputa que é inspirado em Edgar, cada embarcação também é batizada de acordo com um poema do autor.

Enquanto o barco de Wandinha e Enid foi chamado de O Gato Preto, os demais ganharam os nomes de O Poço e o Pêndulo, O Escaravelho de Ouro e O Barril de Amontillado.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: