Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,90 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,75 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +0,03 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +11,40 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    19.537,83
    +290,94 (+1,51%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,86 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,11 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,38 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    -0,75 (-0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5595
    +0,0539 (+0,98%)
     

Walmart amplia uso de robôs para competir com Amazon

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Jan 9, 2020 Mountain View / CA/ USA - People shopping at a Walmart store in south San Francisco bay area
Walmart espera que a aquisição traga rapidez e facilidade na entrega de encomendas (Getty Image)
  • Empresa quer modernizar 42 centros de distribuição

  • O sistema robotizado deve levar mais de 8 anos para ser concluído

  • Ação foi anunciada um tempo depois que o Walmart "demitiu" os robôs das lojas

O Walmart decidiu apostar na ampliação de robôs para trabalharem nos estoques nos Estados Unidos. Pandemia, escassez de mão de obra e restrições de suprimentos foram as razões apontadas pela empresa para adotar a medida.

Além disso, a empresa tenta competir com a Amazon, que tem feito constantes investimentos em robótica nos armazéns da marca. Isso desafia as concorrentes a adotar o método.

No passado, a empresa desistiu de usar robôs em suas lojas. Eles estavam presentes em cerca de 500 unidades, mas o resultado não foi o esperado. No entanto, o uso da tecnologia pode ser benéfico para outros setores da companhia.

Para fazer a aquisição, o Walmart depende de uma expansão de um contrato com a empresa de robótica Symbotic para modernizar 42 centros de distribuição.

A Symbotic diz que o sistema robotizado que será implantado levará mais de 8 anos para ser concluído. A razão da demora é a necessidade de precisão das máquinas.

Os robôs multifacetados como os da Amazon Kiva, o que permitem a movimentação de inventário por meio de braços robóticos que podem escolher e posicionar objetos, eliminando a necessidade de um funcionário humano para realizar a tarefa.

Uma vantagem que o Walmart espera conseguir com a aquisição é rapidez e facilidade na entrega de encomendas. Enquanto o sistema não é concluído, o gigante do varejo tem firmado parcerias com empresas de robótica diferentes, como a GreyOrange, que está equipando a subsidiária canadense da corporação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos