Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.925,60
    -1.560,41 (-1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.457,55
    -227,31 (-0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,41
    +0,86 (+1,07%)
     
  • OURO

    1.817,40
    +57,50 (+3,27%)
     
  • BTC-USD

    16.964,48
    -125,57 (-0,73%)
     
  • CMC Crypto 200

    401,44
    -4,71 (-1,16%)
     
  • S&P500

    4.076,57
    -3,54 (-0,09%)
     
  • DOW JONES

    34.395,01
    -194,76 (-0,56%)
     
  • FTSE

    7.558,49
    -14,56 (-0,19%)
     
  • HANG SENG

    18.736,44
    +139,21 (+0,75%)
     
  • NIKKEI

    28.226,08
    +257,09 (+0,92%)
     
  • NASDAQ

    12.036,50
    -5,75 (-0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4646
    +0,0681 (+1,26%)
     

Wall Street tem leve alta antes de eleições de meio de mandato; Meta salta

Prédio da Bolsa de Nova York

Por Amruta Khandekar e Devik Jain

(Reuters) - Os índices de ações S&P 500 e Dow Jones subiam em meio a negociações instáveis nesta segunda-feira, com o foco migrando para as eleições de meio de mandato norte-americanas de terça, que determinarão o controle do Congresso, enquanto as ações da Meta Platforms saltavam após notícias de cortes de empregos na controladora do Facebook.

Os republicanos ganharam impulso nas pesquisas e analistas projetam um governo dividido nos EUA, com o Partido Republicano devendo vencer a Câmara dos Deputados e possivelmente o Senado, possivelmente dificultando a agenda do presidente democrata Joe Biden.

"Neste cenário de resultado eleitoral, não devemos fazer grandes mudanças em nossas previsões de crescimento do PIB, inflação ou juros básicos como resultado da eleição", disseram economistas do Wells Fargo.

"Em vez disso, manutenção do status quo e impasse político nos parecem o resultado mais provável, com a possibilidade de alguns dramas de paralisação do governo/teto da dívida nos próximos dois anos."

Um governo dividido pode resultar num impasse político que impediria grandes mudanças nas políticas atuais, um resultado que os investidores veem como favorável para as ações.

O foco também estará em dados de preços ao consumidor dos EUA referentes a outubro, a serem divulgados na quinta-feira, com investidores em busca de pistas sobre se os rápidos aumentos de juros do Federal Reserve estão ajudando a esfriar a economia.

Todos os três principais índices de Wall Street estão em território de mercado em baixa ("bear market", em inglês) em relação a seus recordes anteriores de fechamento. O S&P 500 perde quase 20,7% no acumulado do ano devido a preocupações de que um aperto agressivo da política monetária possa levar a economia a uma recessão.

Às 13:01 (de Brasília), o índice S&P 500 ganhava 0,20%, a 3.777,98 pontos, enquanto o Dow Jones subia 0,61%, a 32.600,05 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuava 0,14%, a 10.460,59 pontos.