Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.591,41
    -172,59 (-0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.435,45
    +140,65 (+0,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    112,44
    +0,68 (+0,61%)
     
  • OURO

    1.820,70
    -0,50 (-0,03%)
     
  • BTC-USD

    20.320,61
    -509,54 (-2,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    440,11
    -9,96 (-2,21%)
     
  • S&P500

    3.821,55
    -78,56 (-2,01%)
     
  • DOW JONES

    30.946,99
    -491,31 (-1,56%)
     
  • FTSE

    7.323,41
    +65,09 (+0,90%)
     
  • HANG SENG

    22.418,97
    +189,47 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    26.847,35
    -202,12 (-0,75%)
     
  • NASDAQ

    11.684,50
    +10,25 (+0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5436
    -0,0005 (-0,01%)
     

Ações de crescimento impulsionam Wall St antes de decisão de política monetária do Fed

Fachada da Bolsa de Valores de Nova York

Por Anisha Sircar e Devik Jain

(Reuters) - Os principais índices de Wall Street subiam acentuadamente nesta quarta-feira, impulsionados por ganhos em ações de crescimento e financeiras, com investidores esperando para ver com que intensidade o Federal Reserve elevará os juros em sua reunião de política monetária, à medida que o banco central dos EUA tenta conter a inflação.

Dez dos 11 principais setores do S&P avançavam neste pregão, com nove deles subindo mais de 1%. As ações de consumo discricionário e financeiras lideravam os ganhos, subindo 1,6% e 1,7%, respectivamente.

O setor de energia era o único em declínio, caindo 0,5%.

As gigantes Apple Inc, Meta Platforms, Alphabet Inc, Microsoft Corp e Amazon.com Inc avançavam entre 1,3% e 2,5%.

Operadores estão precificando quase totalmente um aumento de juros de 0,75 ponto percentual pelo Fed nesta quarta-feira. Apenas uma semana atrás, a chance de um ajuste dessa magnitude era de apenas 8,2%, de acordo com a ferramenta FedWatch, da CME. Um aumento de 0,75 ponto elevaria os juros básicos do Fed para um intervalo entre 1,5% e 1,75%.

O banco central divulgará seu comunicado de política monetária às 15h (de Brasília), seguido de coletiva de imprensa do chair do Fed, Jerome Powell, às 15h30.

Preocupações com a disparada da inflação, custos de empréstimos mais altos e desafios crescentes ao crescimento econômico atingiram as ações globais neste ano.

O índice S&P 500 marcou na segunda-feira queda de mais de 20% em relação ao seu pico recorde de fechamento de 3 de janeiro, confirmando um mercado em baixa ("bear market", em inglês), de acordo com uma definição comumente usada.

Às 11:54 (de Brasília), o índice S&P 500 ganhava 1,14%, a 3.778,00 pontos, enquanto o Dow Jones subia 0,61%, a 30.551,11 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite avançava 1,39%, a 10.978,55 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos