Mercado fechará em 45 mins
  • BOVESPA

    111.328,02
    -745,52 (-0,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.488,29
    -530,62 (-0,96%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,73
    +0,32 (+0,42%)
     
  • OURO

    1.928,20
    -14,60 (-0,75%)
     
  • BTC-USD

    23.933,17
    +952,85 (+4,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    546,72
    +1,41 (+0,26%)
     
  • S&P500

    4.179,19
    +59,98 (+1,46%)
     
  • DOW JONES

    33.991,82
    -101,14 (-0,30%)
     
  • FTSE

    7.820,16
    +59,05 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    21.958,36
    -113,82 (-0,52%)
     
  • NIKKEI

    27.402,05
    +55,17 (+0,20%)
     
  • NASDAQ

    12.855,50
    +441,25 (+3,55%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4580
    -0,0964 (-1,74%)
     

Wall Street sobe com impulso de ações de fabricantes de chips

.

Por Shreyashi Sanyal

(Reuters) - Os índices de ações dos Estados Unidos subiam nesta segunda-feira, uma vez que o avanço de fabricantes de chips ajudava a aliviar a pressão sobre o setor de tecnologia no início de outra movimentada semana de resultados corporativos.

Investidores estão de olho nos resultados de Microsoft, Tesla, IBM e Intel nesta semana, em busca de informações sobre o impacto da ameaça de desaceleração econômica em seus negócios.

Qualcomm e Advanced Micro Devices subiam 4,5% e 7%, respectivamente, depois que o Barclays elevou as recomendações das ações de "equal-weight" para "overweight".

A fabricante de chips de memória Western Digital saltava 6% após notícias de que pode se fundir com a japonesa Kioxia Holdings.

Esses ganhos ajudavam o Philadelphia SE Semiconductor Index a subir 2,9% e atingir a maior alta em um mês.

"Todos esses nomes e setores (fabricantes de chips) em geral foram muito mais prejudicados do que o mercado em geral. Portanto, agora, em muitos desses nomes, há valor", disse Jimmy Lee, diretor executivo do Wealth Consulting Group.

"Foi um ano difícil para os investidores em tecnologia. Então, você está começando a ver os investidores voltando a alguns desses nomes. Mas, em vez de comprar todos, eles comprarão os que têm chance de ir bem este ano, mesmo em um ambiente econômico instável."

Investidores também estão aguardando os dados de manufatura de janeiro e o Produto Interno Bruto (PIB) do quarto trimestre para avaliar o impacto dos aumentos de juros pelo Federal Reserve (Fed) na economia.

Embora indicadores econômicos recentes tenham sinalizado arrefecimento da inflação, um mercado de trabalho apertado pode manter o banco central norte-americano em sua trajetória de aperto monetário agressivo até que os juros subam acima de 5%, um nível apoiado pela maioria dos dirigentes da instituição.

Às 13:31 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,95%, a 33.691,83 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 1,37%, a 4.027,19 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite avançava 1,92%, a 11.354,38 pontos.

(Reportagem de Shreyashi Sanyal and Johann M Cherian em Bengaluru)