Mercado fechará em 1 h 26 min
  • BOVESPA

    110.159,61
    -1.764,32 (-1,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.846,39
    -387,98 (-0,76%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,59
    -1,39 (-1,74%)
     
  • OURO

    1.783,20
    -26,40 (-1,46%)
     
  • BTC-USD

    17.092,96
    +86,01 (+0,51%)
     
  • CMC Crypto 200

    403,70
    -7,51 (-1,83%)
     
  • S&P500

    4.010,27
    -61,43 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    34.022,19
    -407,69 (-1,18%)
     
  • FTSE

    7.567,54
    +11,31 (+0,15%)
     
  • HANG SENG

    19.518,29
    +842,94 (+4,51%)
     
  • NIKKEI

    27.820,40
    +42,50 (+0,15%)
     
  • NASDAQ

    11.867,75
    -142,50 (-1,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5261
    +0,0321 (+0,58%)
     

Wall Street sobe após Fed sinalizar desaceleração da alta de juros

Operador trabalha na Bolsa de Nova York

Por Carolina Mandl e Sinéad Carew

(Reuters) - Os principais índices de Wall Street encerraram esta quarta-feira com sólidos ganhos após a ata da reunião de novembro do Federal Reserve mostrar que os aumentos da taxa de juros podem desacelerar em breve.

Uma "maioria substancial" dos formuladores de política monetária do banco central dos EUA concordou que "provavelmente em breve seria apropriado" desacelerar o ritmo das altas da taxa de juros, de acordo com o documento.

Desde a última reunião do Fed em 1º e 2 de novembro, investidores estão mais otimistas de que a pressão sobre os preços começou a diminuir, o que significa que incrementos menores dos juros podem reduzir a inflação.

Segundo dados preliminares, o S&P 500 ganhou 0,61%, para 4.027,46 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançou 1,01%, para 11.287,18 pontos. O Dow Jones subiu 0,30%, para 34.200,35 pontos.

O número de norte-americanos que deu entrada em novos pedidos de auxílio-desemprego avançou mais do que o esperado na semana passada e a atividade empresarial dos EUA contraiu pelo quinto mês consecutivo em novembro. A confiança do consumidor se elevou e as vendas de casas subiram acima das expectativas.

Ações de peso pesado, que incluem Amazon.com e Meta Platforms, subiram.